Governo do Amazonas inicia vacinação infantil e amplia testagem de Covid-19 em Iranduba

Município também realizou mutirão de vacinação para público acima de 12 anos

O Governo do Amazonas iniciou, neste sábado (22/01), a vacinação contra Covid-19 do público de 5 a 11 anos com comorbidade no município de Iranduba, na Região Metropolitana de Manaus. O dia também contou com mutirão de vacinação para o público acima de 12 anos e a abertura de dois centros de testagem contra a Covid-19.

A cerimônia de abertura da vacinação infantil contou com a presença da diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-RCP), Tatyana Amorim, e do prefeito do município, Augusto Ferraz.

A diretora-presidente falou sobre parceria com a Prefeitura de Iranduba, e destacou a importância da aplicação da vacina em crianças, principalmente no grupo com comorbidades.

“A vacinação, nós sabemos que não é obrigatória, mas a vacina é um ato de amor, principalmente para o público infantil. Então aos pais que estão aqui hoje, no município de Iranduba, demonstraram o quê? Amor, porque a vacina, sendo a arma mais poderosa de combate a Covid, isso é uma demonstração de amor, cuidado e nada mais do que cuidar da saúde dessas crianças”, afirmou Tatyana.

A imunização deste público-alvo seguirá durante toda a semana no município. A meta é vacinar todas as 280 crianças que se enquadram no perfil em Iranduba, como o Adryano Carmo da Costa, de 10 anos, a primeira criança vacinada no município.

“Eu estou muito feliz, porque eu já vacinei o meu filho de 15 anos que tem espectro autista, e eu sou a favor da vacina, e eu já tomei as três doses e estava na expectativa do Adryano, graças a Deus consegui vacinar ele. Quantas pessoas queriam ter a oportunidade de se vacinar e não se vacinaram? E eu estou muito feliz, só gratidão pela saúde”, afirmou a mãe, Odanilma de Olivera.

Mutirão Vacina Amazonas – Com o objetivo de ampliar a vacinação contra a Covid-19 no município e incentivar a população a completar o esquema vacinal, durante todo o sábado, 20 Unidades Básicas de Saúde (UBS) funcionarão das 8h às 18h para a aplicação da 1ª, 2ª e 3ª (dose de reforço), no público acima de 12 anos de idade.

Moisés Nicolas, de 27 anos, é dentista e aproveitou o mutirão para garantir a terceira dose da vacina contra Covid-19.

“Eu acho muito interessante e importante esse mutirão, porque é o nosso principal dever como cidadão, é o mínimo que a gente pode fazer é tomar essa dose de reforço para a gente passar por essa pandemia e vivos, que essa vacina salva vidas, então é muito importante”, afirmou.

A ação contou, ainda, com dois pontos de vacinação em modo drive-thru no Centro da cidade e no distrito de Cacau Pirêra.

Centro de testagem – Como parte da estratégia do Governo de ampliar a oferta do teste para rastreio da Covid-19, quebrar a cadeia de transmissão do vírus e conter a pressão na rede hospitalar, dois centros de testagem foram inaugurados no município.

Os centros serão instalados na UBS Dr. Lourenço Borghi, localizada na travessa Juruá, no Centro do município, e na UBS Vitória Paz, localizada no distrito de Cacau Pirêra.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close