Governador Wilson Lima entrega equipamentos para reforçar combate à malária e à dengue no Amazonas

São 414 itens destinados aos 61 municípios do estado. Entrega acontece em alusão ao Dia Mundial da Luta Contra a Malária

O governador Wilson Lima entregou, nesta terça-feira (26/04), 414 equipamentos de combate à malária e à dengue para fortalecer o controle das doenças no interior do Amazonas. A solenidade de entrega, na Arena da Amazônia, zona centro-sul de Manaus, ocorreu em alusão ao Dia Mundial da Luta Contra a Malária, em 25 de abril.

Os equipamentos, adquiridos com recursos do Governo Federal, vão atender os 61 municípios do interior do estado. Dos 414 itens, 251 são para o controle da malária, 145 para combater a dengue e 18 são destinados à vigilância entomológica de doenças transmitidas por vetores, entre elas a malária e a dengue.

“Ontem foi o dia Mundial de Combate à Malária e o estado do Amazonas é referência mundial no combate a essa de endemia. Neste ano, em relação ao ano passado, nós tivemos uma redução de 11% nos casos de dengue. O que a gente está fazendo aqui é um reforço para que a gente continue reduzindo esses números, e dando as condições para que os municípios, as secretarias de saúde, consigam fazer esse trabalho de atuação junto aos agentes comunitários de saúde e também aos agentes de endemias”, destacou o governador.

A distribuição é realizada por meio da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), instituição vinculada à Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM).

“A malária é uma das doenças tropicais mais frequentes, inclusive, é preciso estarmos combatendo sobretudo na região amazônica. Nós estamos distribuindo aos municípios para que se intensifique o combate ao mosquito, para que nós tenhamos cada ano mais uma redução nesses índices”, disse o secretário de Estado da Saúde, Anoar Samad.

Segundo a diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, os equipamentos vão fortalecer os programas municipais de vigilância e controle. “São 61 municípios contemplados, tanto na área de monitoramento e controle da malária, da dengue, 28 núcleos que fazem o monitoramento da rede sentinela dos vírus respiratórios e 18 municípios que vão receber o kit completo, com todos os equipamentos necessários para a vigilância dos agravos de notificação compulsória”, ressaltou Tatyana.

“Essas ferramentas são de extrema importância para combater essas doenças, antes que se proliferem. Nós ficamos gratos com essas ferramentas que vão nos dar mais oportunidade de levar saúde para os nossos ribeirinhos e nossos comunitários”, disse o prefeito de Iranduba, Augusto Ferraz.

Reforço – Ao todo, estão sendo repassados aos municípios 251 equipamentos para controle da malária, sendo 125 geradores, 85 pulverizadores e 41 botes com motor de popa. Eles também recebem outros 145 itens para combater a dengue, sendo 90 nebulizadores e 55 escadas.

Malária – Dados consolidados pela Sala de Situação de Análise de Saúde do (SASS), da FVS-RCP, destacam que houve uma redução de 11,7% nos casos de malária no Amazonas, no comparativo entre os primeiros trimestres de 2021 e de 2022.

Entre os municípios com redução de malária no estado estão: Itacoatiara (-89%), Santo Antônio do Içá (-84%), Borba (-77%), Manacapuru (-75%), e Presidente Figueiredo (-72%).

De janeiro a março de 2022, foram registrados 10.124 casos de malária no Amazonas. Em 2021, foram 59.434 casos da doença no estado.

Vigilância Hospitalar – O Governo do Amazonas também entregou, nesta terça-feira, 180 móveis para fortalecimento das ações desenvolvidas por 18 núcleos de Vigilância Epidemiológica Hospitalar, sendo 12 na capital e seis no interior do estado.

São 54 cadeiras giratórias, 54 cadeiras fixas, 64 mesas e 92 armários, além de 28 geladeiras, 28 pendrives, 56 macacões, 140 caixas de máscara de proteção respiratória, 196 protetores faciais, 1.344 caixas de luvas, 1.456 máscaras N95, 1.344 aventais descartáveis, 8,4 mil jalecos e 8,4 mil toucas descartáveis.

Os itens contemplam as seguintes instituições: Fundação de Medicina Tropical – Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD); Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto; HPS Dr. Aristóteles Platão Bezerra de Araújo; HPS da Criança Zona Sul; HPS da Zona Leste; HPS da Zona Oeste; HPS Dr. João Lúcio Pereira Machado; Fundação Hospital Adriano Jorge; HPS Delphina Abdel Aziz, Hospital Adventista de Manaus; Instituto da Mulher Dona Lindu; Maternidade Balbina Mestrinho; Maternidade Ana Braga; UPA José Rodrigues; e Instituto de Saúde da Criança do Amazonas.

No interior, destinam-se a: Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Tabatinga; Hospital Regional Dr. Jofre de Mattos Cohen; Hospital Regional de Tefé; Hospital Geral de Manacapuru; Hospital Regional de Coari Professor Dr. Odair Carlos Geraldo; Hospital Regional José Mendes; Hospital de Guarnição de São Gabriel da Cachoeira; Hospital de Borba Vô Mundoca; Hospital de Maués Dona Mundiquinha; Hospital Geral Eraldo Neves Falcão; e as Unidades Hospitalares de Autazes, Eirunepé, Iranduba, Lábrea, Manicoré, Rio Preto da Eva, e de Tabatinga.

Related Articles

Check Also

Close
Close