Fluminense goleia Volta Redonda e vai à final do Campeonato Carioca

Tricolor aguarda Flamengo ou Vasco, que se enfrentam neste domingo
Facebook
Twitter
WhatsApp
© Mailson Santana/Fluminense FC

O Fluminense está na final do Campeonato Carioca. Neste sábado (18), o Tricolor goleou o Volta Redonda por 7 a 0 no Maracanã, no Rio de Janeiro, no jogo de volta do confronto das semifinais do Estadual. O atacante Germán Cano balançou as redes quatro vezes e assumiu a artilharia da competição, com 14 gols. A Rádio Nacional transmitiu ao vivo o embate.

Atual campeã, a equipe comandada por Fernando Diniz enfrenta, na decisão, o ganhador de Vasco e Flamengo, que fazem a segunda partida da semifinal neste domingo (19), às 18h (horário de Brasília), no Maracanã. Na última segunda-feira (13), o Rubro-Negro venceu o primeiro jogo por 3 a 2 e tem a vantagem do empate. O Cruzmaltino se classifica em caso de vitória simples, pois fez melhor campanha que o rival na primeira fase.

O Voltaço poderia empatar que se classificaria à final, já que ganhou a partida de ida, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), por 2 a 1, há uma semana. O Fluminense, porém, não demorou a inverter a vantagem. Aos três minutos, o atacante Keno foi até a linha de fundo, pela esquerda, e cruzou rasteiro. O lateral Samuel Xavier apareceu na pequena área e desviou para as redes.

O 1 a 0 igualava o placar agregado do confronto e já era suficiente para o Tricolor, por ter melhor campanha, mas os anfitriões não deixaram o ritmo cair. Aos sete, o atacante Jhon Arias cobrou falta na área, o zagueiro Nino cabeceou, o goleiro Vinícius deu rebote e Cano ampliou. Aos 23, o meia Paulo Henrique Ganso lançou o lateral Alexsander, que invadiu a área pela esquerda e marcou o terceiro.

Aos 39 minutos, Arias recebeu na intermediária e levantou na área, na cabeça do volante Martinelli, que anotou o quarto do Fluminense. Nos acréscimos, após troca de passes na entrada da área, Nino rolou para Cano, na cara do gol, tocar na saída de Vinícius, fazendo o quinto gol do Tricolor e o segundo dele na partida.

No segundo tempo, o Fluminense parou duas vezes na trave, aos 13 e 14 minutos, até Arias ser atingido na área pelo zagueiro Alix Vinícius. Com auxílio do árbitro de vídeo (VAR), o pênalti foi anotado e o defensor do Volta Redonda expulso. Aos 19, Cano bateu a penalidade e marcou mais um. Naquele momento, o argentino se igualava ao também atacante Lelê, do próprio Voltaço, com 13 gols.

O sétimo parecia questão de tempo. Aos 28, Keno acertou o travessão. Aos 40 minutos, o atacante lançou Cano na área. O argentino girou em cima do marcador e acertou o canto de Vinícius, chegando ao quarto gol dele na partida, assumindo a artilharia do Carioca de forma isolada e dando números finais ao confronto.

Mineiro: Atlético na final
O Atlético-MG se garantiu na final do Campeonato Mineiro pelo sexto ano consecutivo. O Galo venceu o Athletic por 1 a 0 no Independência, em Belo Horizonte, beneficiando-se do regulamento, em que a equipe de melhor campanha tem a vantagem do empate no placar agregado. O time de São João del-Rei (MG) havia ganhado o duelo anterior por 1 a 0, no Estádio Joaquim Portugal, na semana passada.

O gol da classificação saiu dos pés de Hulk. Aos sete minutos do segundo tempo, após uma saída errada do Athletic, o camisa 7 recebeu do também atacante Paulinho, driblou o goleiro Júlio César e mandou para as redes. Na decisão, o Atlético terá pela frente América-MG ou Cruzeiro, que jogam neste domingo, às 18h, no Independência. Na ida, o Coelho ganhou por 2 a 0 na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG), e pode perder por até dois gols de diferença. A Raposa tem de vencer por três gols ou mais de saldo.

Baiano: Bahia se classifica
No Campeonato Baiano, o Bahia se classificou à decisão ao vencer o Itabuna por 4 a 1 na Arena Fonte Nova, em Salvador. Na final, o Esquadrão de Aço encara quem passar no duelo entre Juazeirense e Jacuipense, que se encaram no domingo, às 16h, no Valfredão, em Riachão do Jacuípe (BA) – o Jacuipense tem a vantagem do empate por ter ganhado o jogo de ida por 1 a 0 no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro (BA).

O Tricolor precisava vencer por ao menos dois gols de diferença neste sábado, pois havia perdido o primeiro jogo por 1 a 0, há uma semana, no Ribeirão, em Camacã (BA). Aos 13 minutos do primeiro tempo, cobrando penalidade, Everaldo colocou os donos da casa à frente. Na etapa final, aos seis, o meia Cauly ampliou. Três minutos depois, Everaldo marcou o terceiro. Os visitantes descontaram aos 31, com o atacante Cesinha, de pênalti, mas Cauly, aos 40 minutos, anotou o quarto dos anfitriões. O duelo terminou com três expulsos: o meia Daniel (Bahia), o lateral Jan Pieter e o volante Hebert (Itabuna).

Cearense: Ceará na decisão
O Ceará se garantiu na final do Campeonato Cearense ao receber o Iguatu na Arena Castelão e ganhar por 2 a 0. O adversário do Vozão na decisão sairá do confronto entre Fortaleza e Ferroviário, que jogam domingo, às 18h30, novamente no Castelão. O primeiro jogo – também disputado na capital do Estado – terminou empatado em 1 a 1. Em caso de nova igualdade, haverá disputa de pênaltis.

Há uma semana, no Morenão, em Iguatu (CE), as duas equipes ficaram no 1 a 1. No embate deste sábado, o Ceará saiu na frente aos nove minutos do primeiro tempo, com o atacante Vitor Gabriel. O Alvinegro criou as melhores oportunidades da partida, mas conseguiu o segundo gol somente aos 45 da etapa final, com o meia Léo Rafael. O Vozão não leva o título estadual desde 2018 e terá a chance de encerrar a sequência de quatro conquistas do rival Fortaleza, com quem divide o posto de maior campeão cearense (ambos com 45 troféus).

Por Agencia Brasil

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email
Telegram
Print

MATÉRIAS RELACIONADAS

AMAZONAS

TCE - EM PAUTA

MANAUS

ASSEMBLEIA EM PAUTA

CÂMARA EM PAUTA

SÉRIE O AMAZONAS