FCecon registra quase meio milhão de procedimentos de análises clínicas em 2015

Dados estatísticos preliminares apontam que a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), unidade vinculada à Secretaria de Estado de Saúde (Susam), superou, neste ano, o número de procedimentos realizados pelo Laboratório de Análises Clínicas da instituição na comparação com 2014, passando de 465 mil para 492,1 mil, um crescimento de 5,8%.

93

A expectativa, segundo o diretor-presidente da instituição, pneumologista Edson de Oliveira Andrade, é que a Fundação ultrapasse meio milhão de procedimentos em 2015 só neste setor, já que os dados levantados até agora correspondem aos meses de janeiro a novembro.

Segundo o chefe do Serviço de Quimioterapia da FCecon, oncologista clínico Fábio de Queiroz Monteiro, exames que utilizam marcadores tumorais, uma das vertentes das análises clínicas, contribuem diretamente para o sucesso do tratamento de quimioterapia, uma das principais ferramentas de combate ao câncer. Isso porque, servem como controle de resposta às drogas utilizadas, apontando a evolução ou regressão do câncer em pacientes oncológicos.

Já a análise do sangue como forma rotineira serve também como critério para o início do tratamento, demonstrando alterações significativas que podem nortear o protocolo utilizado nos pacientes, uma vez que a reação de cada organismo é diferenciada antes, durante e depois da quimioterapia.

“Os ciclos de quimioterapia só são liberados após a análise minuciosa do sangue. Mesmo após a conclusão do tratamento, todo paciente passa por acompanhamento, principalmente para garantir o restabelecimento das defesas do organismo. No caso de pessoas ainda em tratamento, os exames são essenciais, pois é através deles que fica definida a continuidade ou não do uso de quimioterápicos”, explicou o especialista.

Segundo a gerente do Laboratório de Análises Clínicas da FCecon, bioquímica Karyellen Freitas de Araújo, o setor tem um fluxo diário médio de atendimento de 200 pacientes, que são submetidos a, em média, oito exames diferentes através, principalmente, da coleta sanguínea. São 98 testes diferentes disponíveis no setor, entre eles hemograma, lipidograma, ionograma, marcadores tumorais, funções reumáticas, funções hepáticas, entre outros.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4538 contato@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close