Estudantes de Manaus criam aplicativo para deficientes auditivos

As estudantes Giovanna Oliveira e Camila Smith criaram o aplicativo após perceber a falta de interpretes de libras nas nas autoescolas de Manaus.

As estudantes do terceiro ano do Ensino Médio da Fundação Nokia, Giovanna Oliveira e Camila Smith, ambas com 16 anos de idade, criaram um aplicativo que auxilia surdos no processo para adquirir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

De acordo com as estudantes, a ideia do aplicativo surgiu depois de elas constatarem, por meio de leituras, que apenas 10% da população surda do Brasil possui CNH e que a principal dificuldade na hora do teste está na prova teórica, pois a maioria das autoescolas não possui interprete de libras.

O aplicativo Teste e Drive oferece aos deficientes auditivos, de forma simples e acessível, vídeos, imagens e explicações em libras sobre tudo que é ensinado durante o processo de legislação do trânsito.

A estudante conta que o aplicativo ainda não foi testado por um grande número de surdos, porém as pessoas que tiveram acesso à nova ferramenta gostaram e comprovaram a eficácia do produto. 

Para o futuro, as estudantes já pensam em aprimorar e ampliar o aplicativo, que hoje está disponível apenas para telefones celulares Nokia. 

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4538 contato@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close