Estudantes amazonenses têm projetos selecionados para a Campus Party Amazônia

A aplicação prática do conhecimento no Ensino Superior proporciona não apenas profissionais melhor preparados para o mercado como também gera conhecimento útil para a sociedade e pode contribuir com melhorias sócio-econômicas a partir da pesquisa acadêmica. O resultado dessa prática poderá ser conhecido durante a Campus Party Amazônia, 18 e 22 de março de 2020, em Manaus, na Arena da Amazônia. Três projetos gestados dentro da faculdade Martha Falcão | Wyden foram selecionados para participar de uma das maiores iniciativas na área de tecnologia e inovação do mundo.

O professor responsável pelo incentivo à criação dos projetos, Orlewilson Bentes Maia, docente do curso de Tecnologia da Informação, também foi selecionado para se apresentar da feira com a palestra “Agilidade no Ensino: aplicando os valores do Manifesto Ágil na sala de aula”, que integra os Talks com o objetivo de empoderar a comunidade participante, além de trocar conhecimento e práticas inovadoras. 

“A tecnologia é parte essencial da comunidade e na vida do ser humano que já não consegue se separar dela. A cada dia, novas ferramentas são criadas visando os benefícios para a sociedade. Nós acreditamos na aplicação de técnicas de metodologias ativas e ágeis para engajar os alunos. Compartilhar minha experiência em como aplicar esses e que resultaram em todos esses projetos premiados é o meu objetivo”, afirmou o docente.

Já os projetos integram a programação que este ano tem como tema “Meios de Pagamento”, voltado a formas de como transformar a sociedade democratizando a tecnologia, empreendedorismo na área de pagamento, criação de novas formas de desenvolver a economia mundial, e inovação tecnológica de hardwares e softwares para apoiar o empreendedorismo.

Os três estão entre um total de 10 selecionados para a categoria Startup & Makers são: ‘We Build’, que procura conectar profissionais e serviços da construção civil a consumidores, por meio de aplicativo; ‘Doe +’, rede social de doadores que permite impulsionar campanhas e incentivar a doação de sangue; e ‘Help Car’, voltado para conexão de motoristas em pane com serviços de mecânica, borracharia, elétrica, entre outros.

O Startup & Makers seleciona iniciantes para apresentarem suas ideias na área de exposições (Open Campus) com objetivo destacar e impulsionar empresas e projetos inovadores com soluções tecnológicas. Além de visibilidade, eles irão ter acesso a conteúdo direcionado e mentorias com especialistas de diversos segmentos.

Para o diretor-geral da faculdade Martha Falcão | Wyden, a iniciativa de projetos, quando vem das faculdades, tem um diferencial: ajuda a profissionalizar o mercado e poupa tempo no processo de crescer rápido para falhar rápido e chegar ao modelo ideal. “

Além disso, segundo ele, a instituição de ensino superior se coloca como colaboradora do desenvolvimento regional uma vez que iniciativas voltadas ao Polo Digital estão entre os cinco segmentos considerados relevantes e indutores da economia da capital amazonense, segundo o Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Manaus (Codese Manaus), que inclui ainda a piscicultura, mineração, biotecnologia e turismo.

O projeto Doe + ainda foi selecionado ainda para a segunda fase do projeto Centelha Amazonas, que visa estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no Estado. O programa oferece capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso. 

 

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/
Close