Escolas de Ensino Fundamental adaptam estrutura para retorno das aulas

Aulas começam na próxima quarta-feira (30/09), e alunos serão divididos em dois grupos

Com o retorno das atividades escolares presenciais marcado para a próxima quarta-feira (30/09), as escolas de Ensino Fundamental da rede estadual receberam adaptações na estrutura para recepcionar seus alunos da forma mais segura possível contra a Covid-19. Em todo o Estado, 107 unidades de ensino foram adaptadas para receber 111 mil alunos e 3 mil professores.

Para o retorno, as escolas receberam totens de álcool em gel e tapetes sanitizantes, e pias foram instaladas. Ao todo, o investimento abrange 16 mil dispensers de álcool, 135 mil litros de álcool gel, 650 totens de álcool, 428 pias e 800 tapetes. Para os alunos, que precisarão respeitar o distanciamento social e a lotação máxima das salas de aula, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc) vai fornecer máscaras.

“O retorno às aulas presenciais no Ensino Fundamental vai acontecer agora no próximo dia 30 de setembro, e nós estamos com 107 escolas preparadas para receber os mais de 111 mil alunos dos anos iniciais e dos anos finais. Para isso nós fizemos um grande investimento na aquisição de EPIs (equipamentos de proteção individual) e na adequação da infraestrutura das escolas para o atendimento aos novos protocolos de saúde”, explica o titular da pasta, Luis Fabian Barbosa.

Para o gestor da Escola Estadual Professora Alda Barata, Rubens Assayag, a nova estrutura da unidade traz segurança no retorno das aulas. Ao todo, 525 alunos estudam na escola em dois turnos.

“A nossa escola recebeu toda a estrutura por parte da Seduc, seguindo todo o protocolo de saúde. Com isso nossos alunos estão todos preparados e bastante ansiosos, querendo retornar para nossa escola, principalmente porque as adequações que estão sendo oferecidas a eles oferecerem segurança em todos os sentidos, para que esses alunos possam ter um retorno adequado para o ensino que eles vão receber”, afirma Assayag.

De acordo com o gestor, as turmas serão divididas pela metade nas aulas e no horário de merenda. “Temos cada turma dividida em dois grupos, e cada sala tem disponibilidade de 16 carteiras, o que compõe o primeiro grupo, no primeiro dia, com 16 alunos, e no segundo dia, mais 16 alunos, que vão estar na nossa sala de aula”. Quando não estiverem na escola, os alunos deverão acompanhar as transmissões do “Aula em Casa”.

Testagem – Assim como ocorreu em relação aos professores de Ensino Médio, a Seduc realiza a testagem para Covid-19 para os professores do Ensino Fundamental da rede pública estadual. “Já testamos mais de 8.500 professores, de um total de 9 mil. Estamos finalizando até quarta-feira próxima, dia do início das atividades, todos os professores já terão sido testados”, explica Fabian.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/
Close