Empresas de transporte coletivo serão multadas, caso descumpram normas do BRS

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, determinou que a partir desta terça-feira, 24, as empresas de transporte coletivo sejam multadas se os motoristas de ônibus forem flagrados transitando na faixa central da avenida Constantino Nery, na zona Centro-Sul. Desde a semana passada, quando começou a vigorar a faixa azul – exclusiva para o Bus Rapid System (BRS) e veículos autorizados – os motoristas foram orientados a deixar a pista central somente para os condutores de carros e motos, já que na via da direita ainda circulam ônibus convencionais.

MANAUS - 23-02-2015FAIXA AZULFOTO: MARCIO JAMES / SEMCOM

A nova regra foi anunciada nesta segunda-feira, 23, enquanto o prefeito acompanhava o serviço de dragagem do igarapé do Gigante, que passa pela área da Ponta Negra, na zona Oeste. Para ele, Manaus precisa avançar para um novo modelo de transporte coletivo, que passa pela implantação do BRS e requer que cada cidadão faça sua parte no trânsito.

“O governador Melo e eu temos a vontade de, ainda este ano, implantar o BRT – Bus Rapid Transit– na capital, mas isso vai depender do projeto remodelado que vamos apresentar e da liberação de recursos junto ao Governo Federal. Até lá, não posso ficar com os braços cruzados, por isso estamos avançando na inserção dos corredores exclusivos para ônibus. A disciplina agora será mais rígida, tanto para os condutores de carros como para os motoristas de ônibus”, explicou Arthur Neto.

AP -PREFEITO VISITA IGARAPÉ DO GIGANTE (2)

Ainda segundo o prefeito, os primeiros dias de funcionamento da faixa azul na Constantino Nery mostraram resultados positivos. “A massa, aquela que usa o transporte coletivo, tem aprovado o BRS e a cada momento estamos sendo mais compreendidos também pelas pessoas que andam de carro. O que queremos é respeito a um projeto que vem para melhorar o ultrapassado sistema de transporte coletivo que temos na nossa cidade, melhorando a mobilidade urbana dentro das possibilidades que a gente tem. A nossa expectativa é que em breve os descontentes percebam que estamos cuidando bem de Manaus”, destacou.

A multa administrativa às empresas de transporte coletivo está estipulada em 50 Unidades Fiscais do Município (UFMs), o que equivale a R$ 4.189. Além da fiscalização da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) e do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), a população também pode denunciar o descumprimento às normas do BRS por meio do SAC SMTU (118) ou pelos telefones 3632-2115 ou e 3632-2116. Para isso, é preciso anotar no número de ordem do ônibus e a linha a que ele pertence.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4538 contato@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close