Em vídeo Artur Neto diz que foi criticado por “forçar” diálogo com caminhoneiros, mas que foi lá defender Manaus

Fiscalizei o abastecimento das garagens de ônibus para que o transporte coletivo em Manaus volte à normalidade e sem mais nenhum prejuízo à população manauara. Por isso não me omiti, nem me acovardei em ir até os manifestantes para dizer que Manaus não podia ficar sem transporte coletivo e serviços essenciais.Agradeço as forças de segurança, especialmente ao general Nardi, comandante Militar da Amazônia, com quem me reuni hoje, pela colaboração em garantir o bom funcionamento da cidade com a normalização do abastecimento nos postos de combustíveis e nos demais serviços na Manaus.

Publicado por Arthur Virgílio Neto em Sábado, 26 de maio de 2018

O Prefeito de Manaus, Artur Neto(PSDB), publicou em sua página oficial do Facebook o vídeo acima a respeito da greve dos caminhoneiros na cidade de Manaus e, falou a respeito sobre a tentativa de diálogo com os manifestantes ontem,25, na frente da refinaria de Manaus. O Prefeito comentou sobre , segundo ele mesmo afirmou, pessoas não terem gostado e outras terem de sua ida até os grevistas: “Muita gente me criticou. Eu vi. Mas eu vou dar uma resposta bem clara!De acordo com meu estilo.Pra quem não gostou de eu ter ido lá, beleza. pra quem gostou, beleza também. O importante é a minha consciência… defendi a cidade de Manaus” finalizou Artur no encerramento do vídeo.

Veja a legenda da postagem :

“Fiscalizei o abastecimento das garagens de ônibus para que o transporte coletivo em Manaus volte à normalidade e sem mais nenhum prejuízo à população manauara. Por isso não me omiti, nem me acovardei em ir até os manifestantes para dizer que Manaus não podia ficar sem transporte coletivo e serviços essenciais.

Agradeço as forças de segurança, especialmente ao general Nardi, comandante Militar da Amazônia, com quem me reuni hoje, pela colaboração em garantir o bom funcionamento da cidade com a normalização do abastecimento nos postos de combustíveis e nos demais serviços na Manaus.”

Related Articles

Check Also

Close
Close