Em ato público, Prefeitura de Manaus chama a atenção para a violência contra o idoso

Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), realizou, na manhã desta terça-feira, 27/9, um ato público em alusão ao Dia Internacional do Idoso, celebrado no próximo dia 1º. A atividade foi realizada na sede da Delegacia Especializada em Crimes contra o Idoso, localizada no bairro Parque 10, zona Centro-Sul.

Somente nos primeiros seis meses de 2022, foram registradas quase 4 mil denúncias de violência contra a pessoa idosa em todo o Estado do Amazonas. Números que reforçam a necessidade de discutir políticas públicas que garantam a segurança e os direitos dos idosos. Negligência, abandono e maus-tratos estão entre os principais casos.

“Em outubro, teremos a validação do primeiro Plano Municipal dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa e encaminhamento para o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDPI) para apreciação e homologação. Nosso planejamento é que esse documento seja lançado no dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos”, destacou a subsecretária de Políticas Afirmativas para as Mulheres e Direitos Humanos da Semasc, Graça Prola.

“Dentro do plano de governo do prefeito David Almeida, temos ainda a implantação da Residência Inclusiva, que vai atender as demandas relacionadas ao idoso e à pessoa com deficiência”, finalizou.

Durante o ato, a delegada titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Idoso, Andrea Nascimento, destacou os avanços no atendimento de casos de violência contra o idoso. Apesar de a delegacia não funcionar 24 horas, nos horários entre 18h e 8h, de segunda a sexta, aos sábados e domingos, as denúncias podem ser feitas na Delegacia Especializada de Crimes contra a Mulher, também localizada no bairro Parque 10.

“A Polícia Civil do Estado do Amazonas teve o cuidado de criar o “plantão de vulneráveis” que não atende apenas os casos de violência contra a mulher, mas também de pessoas idosas que estejam passando por alguma situação de violência. Então, naqueles casos em que haja situações fora do horário de expediente aqui da delegacia, o plantão de vulneráveis fará o atendimento e posterior encaminhamento para cá”, declarou a delegada Andrea Nascimento.

Pessoas que presenciarem qualquer tipo de violência contra a pessoa idosa podem fazer denúncia, por meio do número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), pelo Disque Direitos Humanos (Disque 100). O registro também pode ser feito diretamente na Especializada, localizada na rua do Comércio, s/n°, bairro Parque 10, zona Centro-Sul, ou nos canais de denúncia do município: 0800 092 1407 ou 0800 092 6644.

Também participaram do ato a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Fundação Dr. Thomas (FDT), Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e os conselhos Municipal e Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDPI) e (CEDPI), respectivamente.

Fique atento aos sinais de violência

Nem sempre é fácil identificar quando uma pessoa idosa está sofrendo algum tipo de violência, mas, de acordo com publicações em sites especializados, alguns sinais podem indicar o problema, como falta de apetite ou perda de peso, mudanças de humor e comportamento, higiene precária, presença de hematomas ou machucados, isolamento, medo ou respeito exagerado com o cuidador.

Valeriano Lucas

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close