Em ação itinerante, Governo do Amazonas profissionaliza produtores rurais em três municípios

Aproximadamente 85 produtores foram capacitados dos municípios de Presidente Figueiredo, Novo Aripuanã e Tefé

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), encerrou, no domingo (26/06), uma série de cursos profissionalizantes voltados às atividades de pesca e aquicultura, para produtores rurais dos municípios de Novo Aripuanã, Presidente Figueiredo e Tefé.

Os cursos integram o pacote de ações do Programa Agro Amazonas, que visa desenvolver o setor primário em todo o estado. Nos três municípios, as capacitações foram coordenadas pela Secretaria Executiva Adjunta de Pesca e Aquicultura da Sepror.

Em Novo Aripuanã (a 227 quilômetros de Manaus) foram ministrados cursos de Formação de Guias de Pesca Esportiva e Retirada de Peixes, para os moradores da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Juma.

O curso, que iniciou no dia 21 de junho e encerrou ontem (26/06), contou com a parceria da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amazonas (Sebrae/AM), profissionalizando moradores da AM-174, dos rios Aripuanã, Juma e Araua, situados na zona rural de Novo Aripuanã. Ao todo, 20 produtores rurais foram capacitados em Guias de Pesca Esportiva e 12 em retiradas de espinha de peixes.

Segundo o engenheiro de pesca da Sepror, Flávio Ruben, a capacitação recebida pelos moradores os credencia como guias de pesca, profissionalizando-os, gerando dignidade e renda para a população local. “A pesca esportiva é um importante segmento econômico no Amazonas, e os praticantes desse esporte necessitam de pessoas capacitadas e experientes para guiá-los aos melhores lagos pesqueiros”, disse Flávio Ruben.

Os guias de pesca receberam conhecimentos relacionados à pesca esportiva no que tange à sua definição, legislação e importância, principais espécies capturadas na pesca esportiva, aspectos biológicos do tucunaré (Cichlla spp.), utensílios e tipos de arremessos utilizados na pesca esportiva, segurança e posicionamento durante a navegação, além de boas práticas no manuseio do peixe capturado.

Na oficina de retirada de espinhas de peixe, os moradores receberam orientações a respeito do manuseio e limpeza do pescado, posicionamento correto da faca para o corte dorsal e abertura da matrinxã de forma espalmada, além do corte em Y para retirada das espinhas.

Presidente Figueiredo

Em Presidente Figueiredo, no Distrito de Balbina (a 117 km de Manaus), foi ministrado o curso de Guias de Pesca Esportiva, para filiados da Associação dos Banqueiros e Piloteiros de Balbina, produtores rurais e colaboradores da prefeitura municipal.

O curso que ocorreu no sábado (25/06) e domingo (26/06), teve a participação de 15 produtores que desenvolvem a atividade da pesca esportiva na região.

“A pesca esportiva é um importante segmento econômico no estado do Amazonas, e os praticantes desse esporte necessitam de pessoas capacitadas e experientes para guiá-los aos melhores lagos pesqueiros, o que torna os moradores da Vila de Balbina e Ramal da morena aptos para prestação desse serviço, aquecendo também o turismo na região”, ressalta o instrutor do curso, Fabiano Reis.

Tefé

Em Tefé (a 523 km de Manaus), com o objetivo de levar conhecimento de forma teórica e prática no gerenciamento de uma fazenda agrícola. No domingo (26/06), foi realizada a oficina de Boas Práticas de Manejo na Aquicultura, na propriedade na fazenda Granja Moura, localizada no quilômetro 10, da estrada Agrovila do município de Tefé.

A oficina capacitou mais de 20 pessoas entre produtores rurais e alunos do Instituto Federal do Amazonas (Ifam/Tefé), com o apoio da Instituição.

O curso ocorreu de forma teórica e prática sobre os conhecimentos de análise e qualidade da água, despesca e replicagem na criação de tambaqui, biometria, manejo e distribuição de alevinos, manejo e limpeza de tanques na piscicultura.

Related Articles

Check Also

Close
Close