Em 2021, rede de proteção da Sejusc atingiu municípios do interior com capacitações e ampliação de serviços

Ações são coordenadas pela Secretaria Executiva de Política para Mulheres (SEPM)

As ações itinerantes promovidas pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) em diversos municípios do Amazonas, levaram capacitação e atendimentos humanizados às mulheres em situação de violência em 2021. Além das ações, a pasta inaugurou a segunda unidade do Serviço de Apoio à Mulher, Idoso e Criança (Samic), em Maués, e pretende expandir o mecanismo.

Os municípios de São Gabriel da Cachoeira, Tefé, Presidente Figueiredo, Parintins, Novo Airão, Manacapuru e Urucurituba receberam equipes da Secretaria Executiva de Políticas para Mulheres (SEPM) da Sejusc, que realizaram treinamentos, além de levantamentos de dados do atendimento à mulher em situações de violência, além de verificação das políticas implementadas e dos equipamentos públicos em funcionamento do município.

“O Governo do Estado se preocupa em ampliar os atendimentos para as mulheres interioranas. Por isso, estamos ampliando o Serviço de Apoio à Mulher, Idoso e Criança (Samic), a fim de reforçar os serviços para que possamos alcançar todas as mulheres em situação de violência”, disse Mirtes Salles, titular da Sejusc.

Ampliação – Maués (a 276 quilômetros de Manaus) foi o segundo município no interior do estado a receber uma unidade do Samic, em novembro deste ano. O primeiro, localizado em Itacoatiara (distante 176 quilômetros da capital), foi inaugurado em junho de 2019. O local conta com uma equipe psicossocial formada por uma psicóloga e assistente social, responsável pelo atendimento a qualquer tipo de violação de direitos registrada no município e pelo encaminhamento posterior da demanda para os órgãos responsáveis.

Em junho deste ano, o Governo do Amazonas iniciou reforma no prédio do Samic Itacoatiara para trazer conforto e segurança no atendimento às mulheres, crianças e idosos.

De acordo com a secretária executiva de Políticas para Mulheres da Sejusc, Maricília Costa, outros municípios devem receber o órgão nos próximos meses.

“Os municípios que forem escolhidos funcionarão como municípios-polo darão assistência também para os municípios vizinhos. É uma forma do Governo do Estado combater a violência contra a mulher e também proteger essas mulheres que são duramente vítimas de violência pelos companheiros e ex-companheiros”, afirmou.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close