Eduardo Braga promete que vai tirar Lábrea da poeira

DSC_2911

A chegada em Lábrea impressiona. Infelizmente, não de forma positiva. Quem desembarca no aeroporto e pega a estrada que leva à cidade, se vê envolto em uma nuvem de poeira causada pela passagem dos veículos, pois a via não está asfaltada. Roupas, cabelos e pele ficam da cor do barro. Não foi diferente na chegada da comitiva do senador Eduardo Braga, candidato ao Governo do Amazonas pela coligação Renovação e Experiência, na tarde de sábado (20).

A carreata organizada para saudar a chegada de Eduardo Braga ficou completamente submersa em poeira. Ao subir no palanque para falar à população, Braga mencionou a situação. “Não queria que chegasse o dia das eleições sem que eu voltasse a Lábrea para reafirmar meu compromisso. Não queria deixar de vir dar o meu recado antes do dia 5 de outubro”, afirmou. “Essa poeira e essa lama vão acabar em Lábrea a partir do ano que vem. Vocês vão se livrar disso”, prometeu.

Eduardo Braga também prometeu asfaltar uma importante estrada para a população do município. “Nós vamos asfaltar a estrada Lábrea-Humaitá, além de asfaltar a cidade”, afirmou, lembrando de um episódio que está bem marcado na opinião do povo. “O Omar e o Melo perderam aqui e se vingaram de Lábrea. Deixaram a cidade abandonada”, disse.

‘EU VOTO 15’

O pedagogo Elidavan Nascimento, morador de Lábrea, tem convicção do seu voto. “Com certeza é o 15, Eduardo Braga na cabeça e na ponta do dedo para votar 15 e confirmar”, afirma. Elidavan declara o voto e ainda justifica: “Porque Eduardo Braga foi um dos melhores governadores do Estado do Amazonas. Trouxe para Lábrea a UEA, o Ifam, o Cetam, programas de incentivo à agricultura familiar”, lembrou.

Desejando que os bons tempos voltem, o pedagogo rememora mais realizações de Braga. “No tempo de Eduardo Braga, ele trazia implementos agrícolas para o interior. Ele olhava não somente para o povo da capital, mas também olhava para o povo do interior. É um cara sensível, humano. Por isso acredito que ele é o melhor para o Amazonas”, afirmou.

Elidavan também cita o episódio das últimas eleições para o governo. “O Omar perdeu em Lábrea e é vingativo. Por saber que perdeu aqui, ele tirou recursos do município de Lábrea. Agora, depois de quatro anos, chega como se fosse o salvador da pátria? Não pode. Temos que refletir. Por isso sou Eduardo Braga”.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close