Dia no Campo: Governo do Amazonas realiza ação na bubalinocultura em Parintins

Ação coordenada pela Sepror aconteceu durante o segundo dia da 8a Feira de Bubalinos

A comitiva do Governo do Amazonas, representada por gestores da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), aproveitou o segundo dia da Feira de Bubalinos, que acontece em Parintins (distante 369 quilômetros de Manaus) desde quinta-feira (02/06) até este domingo (05/06), para fazer visitas técnicas a duas fazendas de criação de búfalos, pela ação “Dia no Campo”.

O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável (Idam), a Agência de Defesa Agropecuária (Adaf) e a Agência Desenvolvimento Sustentável (ADS), também fizeram parte da comitiva que vem apoiando as feiras agropecuárias do interior do Amazonas.

A Fazenda São José, de propriedade do pecuarista Osvaldo Ferreira, possui 65 hectares de terreno, com criação de 36 búfalas, das quais 16 em período de lactação, onde diariamente são produzidos 45 litros de leite e 7 quilos de queijo, respeitando todas as regras de sanidade animal.

O secretário da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, falou da preocupação do pecuarista com a sanidade do seu rebanho.

“Eu quero mostrar aqui a qualidade, o controle sanitário, a diferenciação desse produto. Esse é um produto ambientalmente correto, aqui se respeitam todas as leis ambientais. Ele preza pela sanidade animal, faz exame e vacina periodicamente o rebanho. Uma boa tecnologia de nutrição, com pastagem rotacionada, com adubações da área. Aí não tem como dar errado, gerando emprego para famílias da região”, disse Petrucio.

Melhoramento Genético

Na parte da tarde, o “Dia no Campo”, aconteceu na Fazenda Vista Alegre, do pecuarista Aldemar Kimura, que cria búfalos, resultado de melhoramento genético. Os búfalos reprodutores, a partir de 36 meses já começam a ser comercializados para grandes pecuaristas realizarem a reprodução em suas fêmeas.

Fez parte da comitiva também, o especialista em pastagens, Fábio Jacob, que falou sobre a qualidade dos búfalos com melhoramento genético.

“São melhores reprodutores, que vão imprimir em seus filhos velocidade de ganho de peso ou produção de leite em suas filhas. Esse é um mercado promissor, porque a carne de búfalo é mais saudável do que a carne bovina. Tem 55% menos calorias, 40% menos colesterol, e tem mais proteínas, vitaminas e minerais do que a carne bovina.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close