Detran-AM anuncia medidas para agilizar realização de exames de direção

w.redman-drt-094-8-500x332

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) anunciou nesta sexta-feira, dia 07 de novembro, um pacote de medidas para reduzir o tempo de espera na realização do exame de direção. Entre as ações anunciadas estão o aumento em mais que o dobro no número de examinadores e a realização de mutirões.

De acordo com o diretor presidente do órgão, Leonel Feitoza, apesar do Detran-AM estar preparado para realizar até 13.100 exames por mês, o alto índice de reprovação dos candidatos, que chega a 70%, gera demanda reprimida e aumenta o tempo de espera para realização do exame.

Para aumentar a oferta de vagas, a partir desta segunda-feira (10), o número de examinadores no Centro de Exames de Direção Veicular (CEDV), que funciona no bairro Santa Etelvina, zona norte, passará de 12 para 28; serão criadas cinco novas turmas; os exames de direção para categoria A (motocicleta) que hoje são realizados às sextas-feiras, no CEDV, passarão a ser realizada à tarde, de segunda a sexta-feira, na área de estacionamento da sede do Detran-AM, na Avenida Mario Ypiranga Monteiro, zona Centro Sul da cidade. Com isso, o órgão vai duplicar a capacidade de entendimento.

Leonel Feitoza anunciou também a realização de mutirão para atender candidatos cujo processo de primeira CMH vai vencer nos meses de novembro e dezembro de 2014. De acordo com Feitoza, 45 servidores do órgão, com curso de examinadores, farão parte de uma força tarefa que vai realizar os exames de direção, da categoria B, na área de estacionamento da Arena Amadeu Teixeira, zona Oeste da cidade. Segundo o diretor do Detran-AM, a partir de terça-feira as pessoas que estiverem com processo vencendo em novembro ou dezembro devem procurar o órgão para agendar o exame.

A expectativa do diretor Leonel Feitoza é zerar a demanda reprimida até o final deste ano.

Fiscalização nas auto-escolas

Além das providencias para aumentar a oferta de vagas, o diretor do Detran-AM, Leonel Feitoza, anunciou que vai fiscalizar todas as auto-escolas da cidade para identificar os motivos que fizeram chegar ao índice de 70% de reprovação. Segundo Feitoza, concluída a fiscalização, as autoescolas deverão ser chamadas para assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) a fim de sanar os problemas no prazo máximo de 60 dias.

Leonel Feitoza afirmou que a meta é sair do atual patamar de 70% para apenas 40%. “Quem não se ajustar ao que determina a Resolução 358, do Conselho Nacional de Trânsito, que prevê um mínimo de 60% de aprovação nas provas de direção, será descredenciada pelo Detran-AM”, afirmou o diretor do Detran-AM”.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close