Deputado aciona PF contra Fátima Bernardes por suposta apologia ao uso de maconha

O deputado federal e pastor Otoni de Paula (PSC-RJ) acionou a Polícia Federal contra a apresentadora Fátima Bernardes após uma apresentação da funkeira Ludmilla no programa “Encontro”.

O parlamentar afirma que a atração teria feito apologia ao uso, cultivo e venda de maconha após a cantora ter se apresentado no dia 23 de dezembro, quando cantou seu hit “Verdinha”.

“Eu fiz um pé lá no meu quintal / Tô vendendo a grama da verdinha a um real”, diz a letra da música.

“Pelo horário, deduz-se que, dentre os telespectadores, estejam considerável número de menores”, argumenta o deputado no ofício enviado ao diretor da PF, Maurício Valeixo.

O programa “Encontro com Fátima Bernardes” vai ao ar de segunda a sexta, das 10h30 às 12h.

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, também se pronunciou publicamente contra Ludmilla. Em vídeo postado no Twitter na segunda-feira 6, Terra atribuiu a música a um “lobby descarado para a legalização da maconha” e acusou a cantora de cometer um crime.

“Ela [Ludmilla] fuma maconha o tempo todo, chama de apelido, diz que maconha é uma coisa boa. Isso é uma afronta à sociedade. A maconha é uma droga ilegal, proibida por lei. Isso é incentivo ao consumo. É um crime que a cantora está cometendo. E ser exposto num programa às 11 horas da manhã é outro crime”, disse o ministro.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close