David Almeida apresentará indicativo para transformar a Unati em fundação

Transformar a Universidade Aberta da Terceira Idade (Unati) em fundação será uma das lutas do presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado David Almeida (PSD). A declaração foi feita nesta terça-feira (12), por ocasião da Sessão Especial de homenagem aos 10 anos de criação da instituição, no plenário Ruy Araújo.

Durante a Sessão, de autoria do deputado Josué Neto (PSD), David Almeida destacou que vai convidar os colegas deputados para juntos apresentarem um projeto em forma de indicativo ao Poder Executivo, pedindo a transformação da Unati em Fundação.

O objetivo é tornar a instituição autossustentável e facilitar a busca de recursos para a universidade, que atende, aproximadamente 5 mil idosos por ano e tem vivido anos difíceis, com questões de orçamento.

“A iniciativa deve ser do Executivo, mas nós vamos fazer um indicativo ao governo do Estado para que ele dê a atenção que a Unati merece. Vamos envidar esforços para captar recursos por políticas públicas que possam melhorar a qualidade de vida dos alunos da Unati”, pontuou.

Quando governador interino, em julho, David Almeida repassou recurso à Unati para pagar oito meses de dívidas com os seus professores e outros profissionais prestadores de serviços. Para evitar problemas como esses que podem fechar as portas da Unati, o diretor da instituição, médico geriatra Euler Ribeiro, fez o pedido ao presidente da Aleam, para apresentar uma proposta de transformar a Unati em fundação e com ela criar instrumentos que garantam recursos fixos à universidade.

“Quando governador interino, David Almeida soube das dificuldades que a Unati estava vivendo. Naquela época nós estávamos devendo os professores e todos àqueles profissionais que estavam servindo a Unati, desde novembro do ano passado e ele ajudou a pagar até o mês de junho”, disse Euler Ribeiro.

David lembrou que, quando assumiu o governo interino em maio deste ano, o Estado tinha um déficit de R$ 696 milhões e quando saiu no início de outubro, deixou com superávit de R$ 458 milhões. “Eu assumi o governo interinamente em maio e o doutor Euler chegou comigo em junho dizendo que a Unati ia parar, porque estava sem receber recursos desde novembro de 2016. Eu chamei o secretário responsável e perguntei qual era o problema e ele explicou que havia um problema no repasse, que administração estava difícil”, lembrou.

À época, o governador interino pediu ao diretor da Unati para aguardar um pouco. “Deixa a gente recuperar um pouco a arrecadação porque o mês de maio o Estado ficou 9% menor do que maio do ano passado. Quando chegou junho nós aumentamos 12% a nossa arrecadação e em julho aumentamos 19%. Eu lembro que, quando liberamos o orçamento para a Unati, nós pagamos de novembro ao mês de junho, oito meses de atraso”, disse David Almeida.

De volta à Aleam, David Almeida contou que quando teve a oportunidade de ajudar ele tomou a decisão no Executivo que a Unati precisava para não fechar as portas. “Agora, eu quero me colocar à disposição, junto com os demais deputados desta Casa, de tirar do papel e transformar a Unati, verdadeiramente, em uma fundação”, concluiu.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close