Conselheira do TCE-AM realiza diplomação de cursistas em compliance público

A coordenadora-geral da Escola de Contas Públicas (ECP) do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), conselheira Yara Lins dos Santos, realizou a diplomação de 32 servidores que participaram de uma capacitação em compliance público. A solenidade aconteceu na sede do TCE-AM, no auditório, e contou com a presença da desembargadora do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Onilza Gerth.
“Adquirir conhecimentos sobre temas atuais é de essencial importância para todos que ocupam cargos na administração pública. Fico feliz em poder contribuir, na condição de coordenadora da Escola de Contas, no acréscimo de conhecimento dos nossos servidores, sempre tendo em vista uma melhor prestação de serviços à sociedade”, destacou a conselheira Yara Lins dos Santos ao parabenizar os cursistas pela certificação.
Realizado de forma presencial entre os dias 25, 26 e 27 de outubro, o curso teve como objetivo atualizar os servidores sobre as principais alterações em normas e leis de governança e integridade pública, com foco em denúncias, transparência e eficiência da gestão pública.
Para o presidente do TCE-AM, o curso é um investimento para que os servidores possam dar um melhor retorno nos seus trabalhos em relação às expectativas da sociedade. “Todas as capacitações que realizamos visam esse aumento na expertise dos servidores públicos. A sociedade espera que tenhamos os melhores serviços, com os profissionais mais capacitados e é isso que sempre buscamos”, disse o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello.
Presente na solenidade, a desembargadora Onilza Gerth destacou o empenho da ECP em buscar capacitar não só os servidores do TCE-AM, mas servidores de outros órgãos públicos. “Parabenizo a todos pelo evento. Sabemos que é muito importante o conhecimento nessa época de pandemia precisamos correr para se atualizar. Dessa vez não pude participar, devido ao tempo, mas sem dúvidas foi um curso inestimável para todos”, disse a desembargadora Onilza Gerth.
O curso foi dividido em seis aulas, com carga horária total de 24h. Entre os temas abordados nas aulas estiveram desde os pilares do compliance, passando por gestão, linhas de governança, investigações, denúncias, até risk assessment e proteção de dados. Para receber o certificado de conclusão, os cursistas realizaram prova com obrigatoriedade de 75% de acertos.
As aulas foram ministradas pelo instrutor Eduardo Moura, profissional com 18 anos de experiência na aplicação de ferramentas de gestão e ética e MBA pelo IBMEC/RJ. Também participou da coordenação do curso o professor Rodrigo Pironti Aguirre de Castro, advogado, pós-doutor em Direito pela Universidad Complutense de Madrid, na Espanha.
Participante do curso, a auditora interna do TJAM, Lydia Azedo, comentou sobre a realização da capacitação. “Esse foi um curso fundamental para que nós, servidores, estejamos atualizados sobre compliance, ainda mais devido à relação entre integridade e governança que os órgãos públicos estão buscando a cada dia, visando uma administração pública cada vez mais íntegra”, disse.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Close