Com poucos registros na segurança e saúde, estreia da Arena da Amazônia na Copa foi em clima de tranquilidade e alegria

CICC2-500x333
FOTO: MICHAEL DANTAS/AGECOM

Balanço dos centros integrados que monitoram as áreas de saúde e segurança em Manaus mostra que o primeiro jogo pela Copa do Mundo na Arena da Amazônia foi marcado pela tranquilidade e alegria dos torcedores. O governador do Amazonas, José Melo, que prestigiou o duelo entre Inglaterra e Itália, destacou que o planejamento integrado de órgãos dos governos estadual, municipal e federal, permitiu que os torcedores pudessem chegar e sair do estádio com segurança, prevalecendo o clima de confraternização entre visitantes e moradores.

“Fiquei cheio de orgulho com a recepção e a festa do público, que tornaram a nossa arena ainda mais bela”, destacou José Melo, que esteve na Arena da Amazônia acompanhado da primeira-dama, Edilene Gomes Oliveira, do prefeito de Manaus, Arthur Neto, e do secretário geral da FIFA, Jerôme Valcke.

Balanço divulgado pelo Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICC-R), cerca de uma hora depois do encerramento da partida, que terminou com a vitória da Itália por 2X1, aponta que foram registrados apenas dois Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO). Os registros foram feitos no 12° Distrito Integrado de Polícia (DIP) por desrespeito ao Estatuto do Torcedor, após dois homens terem sido flagrados, no entorno da Arena da Amazônia, portando rojões e latões vazios.

Ainda conforme balanço do CICC-R, na Delegacia Móvel da Polícia Civil do Amazonas na área do Fifa Fan Fest, na Ponta Negra, zona oeste, houve uma ocorrência de furto. A delegacia foi muito procurada como referência para entrega e devolução de documentos perdidos.

Em outras áreas da cidade, até às 21 horas de sábado, a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros registrou e iniciou as investigações de um homicídio por arma de fogo no bairro Petrópolis, zona sul de Manaus.

Na área de saúde, boletim do Centro Integrado de Operações Conjuntas de Saúde (Ciocs) aponta que nos seis Prontos Atendimentos Médicos (PMA’s) dentro da Arena da Amazônia, houve 23 atendimentos, a maioria considerada sem gravidade, como dor de cabeça, pressão alta e desidratação. Na área do Fifa Fan Fest, que reuniu público aproximado de 10 mil pessoas, houve três atendimentos no PMA do local, sem gravidade.

Nas unidades de saúde públicas do Estado, foram registrados 12 atendimentos, sendo cinco no Serviço de Pronto Atendimento do bairro Alvorada (SPA Alvorada), zona centro-oeste, e dois no SPA Coroado, na zona leste. Houve ainda três atendimentos no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, zona centro-sul, e dois na Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado, na zona centro-oeste. A maioria dos casos sem gravidade, como crise hipertensiva, cefaleia e mal estar, além de ferimentos causados por pequenos acidentes.

Para o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, os registros até as 21 horas de sábado, pouco tempo após o final do jogo na Arena da Amazônia, apontam um clima de tranquilidade, inclusive com atendimentos abaixo da média usual nos prontos socorros da capital.

Mobilidade aprovada –  O torcedor que foi à Arena da Amazônia para assistir ao primeiro jogo da Copa do Mundo em Manaus, entre as campeãs mundiais Inglaterra e Itália, não encontrou problemas para chegar até o estádio. Nos sete postos de verificação montados nas avenidas no entorno do estádio, torcedores e moradores puderam contar com o apoio de policiais militares, agentes de trânsito e voluntários, para chegar até o local da partida.

A Polícia Militar disponibilizou um efetivo de 1,2 mil homens no entorno e dentro do estádio. Cada um dos sete postos de verificação de veículos e pessoas tinha entre 40 e 45 policiais, para realizar a vistoria de carros e pessoas que passavam pelo local. Apenas aqueles que portavam credenciais e ingressos eram autorizados a passar pelo perímetro de segurança estabelecido pela Fifa.

Na avenida Pedro Teixeira, um dos pontos de maior fluxo de torcedores e veículos, as pessoas eram orientadas a deixar garrafas de vidro antes de passar pela barreira. De acordo com o capitão da Polícia Militar, Jailson Souza, os policiais estavam preparados para atender qualquer tipo de ocorrência, com quatro viaturas disponíveis, guarda montada e 45 homens no local, mas o clima era de tranquilidade.

O torcedor Adriel de Andrade, que foi ao jogo acompanhado de mais três amigos, destacou a facilidade para chegar até o lugar. “Viemos de carro e não encontramos problemas com trânsito, nem de estacionamento. Também achei o número de policiais suficiente para dar segurança aos torcedores”.

O casal inglês, Catherine e David Howard, que é deficiente físico, também elogiou a estrutura da cidade, mesmo com o clima diferente de Londres, onde vivem. “Estamos achando a cidade ótima, mesmo sendo bem quente”, disse com bom humor. Eles também se mostravam otimistas com um bom resultado da equipe inglesa.

A professora Adriana Gama do Nascimento, que mora no entorno da arena, também disse que não encontrou dificuldades para transitar no local. “Não tivemos até agora nenhum problema para chegar em casa, está tudo muito tranquilo, superando até nossas expectativas”.

Todo o monitoramento da área da Arena da Amazônia e Fifa Fan Fest foi feito por meio de mais de 200 câmeras, plataformas móveis de monitoramento e helicópteros. As informações eram repassadas em tempo real para o Centro Integrado e Comando e Controle (CICC), no bairro Aleixo, zona centro sul. De acordo com o coronel Oliveira Filho, coordenador adjunto do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICC-R), não foram registradas ocorrências graves nesses locais.

Ele também ressaltou o trabalho integrado entre vários órgãos das esferas estadual, municipal e federal. “A maior prova de que essa integração foi bem sucedida, foi os jogadores da Inglaterra realizarem passeios pela cidade, dispensando a companhia de segurança, demonstrando que eles estavam se sentindo seguros em Manaus”, afirmou.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close