Chico Preto critica política agrícola do Estado

CHICO-PRETO-PMN-DM-61-572x381

O deputado estadual Marco Antonio Chico Preto (PMN), em discurso no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), nesta terça-feira (27), criticou o fato do Estado não ter uma política de produção para abastecer o mercado local. Segundo o parlamentar, o Amazonas não consegue produzir o peixe que Manaus consome, levando a importar de Roraima (Boa Vista) e Rondônia (Porto Velho).

Em viagem pelo interior amazonense, Chico Preto disse ter observado a falta de produtos regionais. No alto Solimões, o deputado aponta que as pessoas não produzem aquilo que comem. “Tanto é que produtores peruanos e colombianos entram pelos rios do Amazonas e vendem nos mercados de Tonantins, São Paulo de Olivença, Amaturá e Santo Antonio do Içá, produtos como cebola, tomate, cheiro verde”, destacou.

“Falta pouco para que os peruanos e colombianos vendam a farinha de mandioca também”, disse o parlamentar, ressaltando que esse cenário é a prova cabal de que “o Governo do Amazonas, nos últimos anos, deixou à míngua a política pública do setor primário”.

Reunião

Chico Preto disse que, em Rio Preto da Eva (a 57 km de Manaus), os produtores estão sofrendo as consequências da falta de planejamento de manutenção das condições de trafegabilidade das vicinais. Ao participar de uma reunião com 150 produtores, na segunda-feira (26), o deputado disse que os produtores cobraram vicinais para trafegar e escoar seus produtos para os centros consumidores.

“Eles não querem que o governo os ensine a produzir, mas ofereça condições para que as vicinais do Rio Preto da Eva possam ter condições de tráfego no verão e no inverno a fim de escoar a produção, que gera trabalho, renda e dignidade”, mencionou do deputado, lembrando que é com essa produção vendida, que os produtores poderão se capitalizar, e com isso pagar seus financiamentos junto ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) e outros órgãos de financiamento.

Em aparte, o deputado estadual Marcelo Ramos (PSB) também criticou a política agrícola do Estado, ressaltando a dificuldade no abastecimento da merenda escolar da rede estadual de ensino.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close