Chico Preto critica alta terceirização na saúde pública e aponta necessidade de choque de gestão

CHICO-PRETO-PMN-DM-21-572x381

Aproveitando a presença dos profissionais de enfermagem do Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) durante a Sessão Plenária da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), desta segunda-feira (7), o deputado estadual Marco Antônio Chico Preto (PMN) chamou a atenção para o índice de terceirização da saúde no Amazonas.

Na avaliação do deputado, o Estado precisa de um choque de gestão em todas as áreas. “A exemplo disto temos nos hospitais, técnicos de radiologia concursados, com máquinas em pleno funcionamento e, no mesmo espaço, uma empresa terceirizada para realizar os exames. É espantoso o nível de terceirização no Amazonas, que deixa de lado profissionais que se prepararam e foram aprovados em concursos públicos em detrimento de negócios dentro do serviço público”, citou.

Outro ponto analisado pelo parlamentar foram os investimentos. Segundo ele, o Estado gastou muito mais com cultura do que com a saúde pública em 2013. “Todo o consumo dos Serviços de Pronto Atendimento (SPA’s) do Estado não chegaram nem a 10% dos gastos com a cultura no Estado, e uma cultura muitas vezes elitizada, que chega a poucos”, exemplificou.

O discurso de Chico Preto teve o apoio do deputado estadual José Ricardo (PT). “Realmente o Estado terceiriza e não está preocupado com a qualidade da saúde pública, porque os trabalhadores não possuem segurança trabalhista em ter seus direitos assegurados pelas empresas terceirizadas”, acrescentou.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close