Chico Preto cobra mais ética e eficiência na gestão da saúde pública

Sessão Ordinária

Deputado lembra que discurso dos números já não impressiona mais, porque os resultados apresentados não correspondem aos investimentos realizados

O deputado estadual Marco Antônio Chico Preto (PMN/AM) cobrou na manhã da terça-feira, 01, mais ética e eficiência na gestão da saúde pública amazonense e lembrou que as prefeituras municipais não dispõem dos recursos necessários para atender as demandas apresentadas.

Em breve pronunciamento Chico Preto apontou a necessidade de se rediscutir de forma mais detalhada o aparelho da saúde pública amazonense e lembrou que o setor enfrenta dificuldades porque os resultados apresentados não correspondem aos investimentos anunciados.

Ao falar sobre a necessidade de se buscar a otimização dos recursos disponíveis e da capacidade instalada no setor, Chico Preto lembrou que a administração estadual terceiriza a maior parte dos serviços e não leva em conta que o Estado conta com equipamentos modernos e técnicos competentes capazes de prestar esses serviços à população.

“O estado prefere contratar serviços de terceiros e acaba comprometendo de forma equivocada parte dos recursos disponíveis. Acreditamos que a gestão é o maior desafio a ser enfrentado”, afirmou, destacando que os investimentos realizados na área da saúde precisam ser olhados com lupa, e de forma bem detalhada.

De acordo com Chico Preto, o discurso dos números já não impressiona mais, porque está faltando comprometimento e eficiência na aplicação do dinheiro público disponível.

“O atual processo precisa ser ajustado para que se possa, de fato, levar mais saúde ao homem do interior”, completou.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close