Chico Preto afirma:Negligência do Governo do Amazonas deixa sem água moradores das zonas Norte e Leste

CHICO-PRETO-PMN-DM-5-572x381

 

Para Chico Preto o Governo do Estado foi negligente ao não construir defensas nos pilares de sustentação do sistema de captação do Proama

O deputado estadual Marco Antônio Chico Preto (PMN/AM) afirmou na quinta-feira, 26, que o Governo do Amazonas foi negligente ao deixar de construir defensas nos pilares do sistema de captação de água do Proama e penalizou mais de 500 mil pessoas nas zonas Norte e Leste de Manaus, que estão sem água desde a terça-feira, 24, após um balsa atingir a plataforma do complexo, na ponta das lajes.

Chico Preto lembrou, em breve pronunciamento, que a parte mais difícil para solucionar o problema da falta de água, nos bairros das zonas Norte e Leste de Manaus, foi construir o complexo do Programa Águas para Manaus (Proama), e lamentou a falta de seriedade na adoção e desenvolvimento de outras medidas necessárias para assegurar o êxito do investimento realizado com dinheiro do povo amazonense.

“Faltou gestão e visão de longo prazo para concluir projeto e dotá-lo das medidas de segurança necessárias”, afirmou, lamentando que os acidentes anteriores registrado no local não tenham servido para despertar as autoridades.

De acordo com o parlamentar, a negligência da administração estadual contribuiu para comprometer a estrutura do sistema de captação, que foi “seriamente” atingida mais uma vez por uma balsa e acabou interrompendo o fornecimento de água.

“Se o governo tivesse investido na construção do sistema de defesas dos pilares do sistema de captação de água do Proama, agora milhares de famílias não estariam sofrendo com a falta de água nas torneiras das suas casas”, destacou, lembrando que aquela área registra elevado fluxo de embarcações.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close