Campanha ‘Alerta Vermelho’ em Manaus sensibiliza contra matança de botos na Amazônia

botorosa

A campanha Alerta Vermelho, que pretende sensibilizar a sociedade para a matança indiscriminada de botos da Amazônia realiza ações neste fim de semana no Complexo Turístico da Ponta Negra, localizado na Zona Oeste de Manaus. A ação é realizada pelo Instituto de Pesquisas da Amazônia (Inpa) e Associação Amigos do Peixe Boi (Mapa), com apoio da Prefeitura de Manaus.

A campanha Alerta Vermelho pretende combater as atividades ilegais de caça e pesca. Na Amazônia, pescadores utilizam a carne do boto para pescar a Piracatinga, um bagre carniceiro que é vendido em mercados e feiras com o nome de Douradinha, Pintadinha ou Pirosca.

A movimentação foi iniciada no dia 20 de julho, na internet e, neste fim de semana, ganhou a praia da Ponta Negra com um boto inflável de 12 metros de comprimento. Colaboradores das duas instituições conversaram com os frequentadores, coletando mais assinaturas que irão reforçar a campanha virtual que já reuniu mais de 30 mil assinaturas em apenas cinco dias. A expectativa é que esse número chegue a 100 mil até o final da campanha, daqui a 15 dias.

A moratória visa à proibição da pesca da Piracatinga por um período de cinco anos, permitindo ao pescador pegar apenas cinco quilos do peixe para consumo próprio e familiar. O objetivo da campanha é antecipar essa proibição de janeiro de 2015 para agosto deste ano.

“Para a pesca da Piracatinga, os pescadores utilizam a carne do boto como isca. Como o boto é um animal indefeso e de fácil captura, a matança ocorre de forma indiscriminada e em larga escala. Por isso nós queremos a antecipação dessa moratória. Caso contrário, teremos a morte de, pelo menos, mais três mil botos nos próximos seis meses”, afirmou Jone Cesar Fernandes, diretor da Ampa.

A ideia é que a campanha seja levada para outros estados do Brasil, como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. O relatório será entregue aos Ministérios da Pesca e Aquicultura e também do Meio Ambiente.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4538 contato@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close