Arthur Neto apresentou balanço aos empresários e metas para os dois próximos anos

Na noite de ontem, quinta-feira (12),o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, apresentou, à classe empresarial, um balanço dos dois primeiros anos de governo e as metas que deverão ser alcançadas até o termino de seu mandato, em 2016. A exposição ocorreu durante a 2ª Reunião Ordinária da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), realizada na sede da instituição, Avenida Joaquim Nabuco, Centro. Arthur voltou a reforçar a necessidade da redução de gastos para dar seguimento aos projetos.

11015901_745019845612459_1609213159_n
Foto:portaldoamazonas.com / Edson Piola

O prefeito explicou que apesar da crise econômica que está desenhada para o país, Manaus precisa avançar, economizar e cortar o que for preciso para garantir investimentos em obras essenciais, como o corredores viários, por exemplo, que facilitarão ainda mais vida dos manauaras. Ele também destacou a necessidade de mais ações nos bairros, como rede de drenagem, asfaltamento, construção de novas escolas e creches, além de novas Unidades Básicas de Saúde (UBS) para que a Prefeitura de Manaus possa oferecer 70%, de cobertura no atendimento básico de saúde, até 2016.
“O nosso esforço é para, apesar da crise, não abrirmos mão dos investimentos essenciais. Vamos cortar na carne para garantirmos os investimentos. Nós programamos que o ideal seria poupar R$ 541 milhões, mas não creio alcancemos esse valor. Mas farei o que puder, para me aproximar disso. Se conseguirmos, será uma maravilha. Se nos aproximarmos, será muito bom porque o dinheiro poupado é um dinheiro saudável, um dinheiro que não foi jogado fora”, destacou o prefeito.
Arthur Neto ressaltou com a redução dos gastos não será realizada sobre setores essenciais e que serviços como exames de câncer de mama, vacinas contra o câncer de colo de útero e remédios, por exemplo, não serão sacrificados. Os cortes serão feitos sobre despesas supérfluas, redução de secretarias, viagens, diárias e outros itens.
Ações
Além de apresentar as metas de redução nos gastos, o prefeito falou aos empresários sobre as ações que já desenvolveu na cidade. Ele destacou a parceria que mantém com o Governo do Estado e também com outras instituições como o Exército Brasileiro e também com empresas do Distrito Industrial; sobre obras realizadas na cidade, dentre elas a construção das casas populares oferecidas por meio do Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Socioambiental de Manaus (Prourbis); sobre o embelezamento do Centro de Manaus e a transformações dos camelôs, que saíram das ruas e se transformaram em microempresários dentro do programa Viva Centro – Galerias Populares. Segundo o prefeito, esse programa ainda vai beneficiar mais cerca de 800 trabalhadores, que deverão ser alocados nas 2ª e 3ª etapas da Galeria dos Remédios e também no Shopping T4, na zona leste.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close