Aprovada PEC que dá autonomia aos peritos criminais do Amazonas

APROVACAO-DA-PEC-DOS-PERITOS-EGM-7-573x381

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto (PSD), conduziu nesta terça-feira (9) a votação em regime de urgência da PEC 02/2014, de autoria do deputado Sidney Leite (Pros), que dá autonomia ao Departamento de Polícia Técnico-Científica da Polícia Civil do Amazonas. A discussão da PEC dos peritos passou pela Casa Civil e teve a aprovação do Governo do Estado.

Uma galeria lotada de peritos acompanhou a discussão da matéria, no plenário da Assembleia. O relator da PEC, deputado David Almeida (PSD), lembrou a condução das discussões com os peritos, depois na Casa Civil e disse que a aprovação da PEC 02 é o primeiro passo para a efetivação da autonomia, adiantando que já está na Casa Civil a discussão da reestruturação e PCCR dos peritos. O autor Sidney Leite disse que é preciso dar efetivamente o segundo passo, garantindo recursos no orçamento da Segurança Pública.

De acordo com Sidney Leite, a proposta da PEC nasceu da discussão de um grupo de pessoas e conquistou os apoios necessários até a aprovação. Para ele, a Perícia Técnica é um dos quadros de melhor formação e conhecimento técnico na Segurança do Amazonas. O autor da PEC defendeu ainda que a perícia técnica seja levada para os municípios do interior, pelo menos nos municípios-polos nas calhas dos rios.

O presidente Josué Neto considerou importante a aprovação da PEC porque essa nova lei desvincula o exercício da Perícia Técnica das Delegacias, vinculando-o diretamente à Secretaria de Segurança, tornando esse serviço mais eficaz. “É uma luta de algum tempo da classe dos peritos e a Assembleia Legislativa apoiou tendo em vista que o benefício maior será para a população. Alguns crimes não são elucidados por conta de problemas de falta de autonomia da perícia”, disse Josué.

Declarando seu voto favorável à PEC, a deputada Conceição Sampaio (PP) lembrou a importância do trabalho pericial, assim como o deputado Marcos Rotta (PMDB) destacou a necessidade de dar autonomia aos peritos. Rotta disse que a perícia é a “rainha das provas” e, como tal, precisa ter todas as garantias possíveis na realização do seu trabalho. Rotta lembrou que o Amazonas é o 18º Estado brasileiro a dar autonomia aos peritos e maiores e melhores condições de trabalho à perícia técnica.

Falando em nome dos peritos, o diretor da Associação Brasileira de Criminalística, Ladislau Brito, disse que a luta desses profissionais reuniu técnicos do Instituto de Identificação, do Instituto de Criminalística e do Instituto Médico Legal. Para ele, trata-se de uma luta nacional, uma vez que hoje é impossível pensar em segurança pública sem pensar na perícia. “Queremos ter a capacidade de gerir a nossa perícia, pois vivemos num país onde menos de 10% dos crimes são esclarecidos, por falta de autonomia, de estrutura e de material na perícia”, disse.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close