Aplicação de multas em corredor do BRS segue sem data definida no AM

Na espera de autorização por parte da SMTU, Manautrans disse que aguarda para aplicar multas.
Obras que usam ‘faixa azul’ impedem início das ações, diz SMTU.

BRS começa a funcionar neste sábado (8), em Manaus (Foto: Divulgação/PMM)Sistema BRS começou a  funcionar no dia 8 de fevereiro em Manaus (Foto: Divulgação/Semcom)

O corredor exclusivo de ônibus do sistema BRS (Bus Rapid Service) criado em fevereiro deste ano, na Avenida Constantino Nery, na Zona Centro-Sul de Manaus, continua sendo utilizado por outros veículos. Ainda não há data definida para o início da fiscalização e aplicação de punições aos motoristas que trafegam pela faixa específica do sistema. Após o período de orientação dos condutores, a Prefeitura de Manaus iniciaria a fiscalização para evitar o uso indevido do corredor de ônibus. Entretanto, o procedimento foi adiado em março. Sem a fiscalização, carros de passeio e veículos pesados continuam trafegando pela faixa azul.

O Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) disse que aguarda permissão da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) para intensificar a fiscalização  e aplicar multas no trecho da Avenida Constantino Nery.

“Por enquanto, os agentes de trânsito orientam os condutores. Em casos em que o motorista flagrado persiste em trafegar pelo corredor mesmo depois de receber orientação, ele é multado”, afirmou Manaustrans. O órgão não soube informar o valor das multas aplicadas.

Segundo a SMTU, obras de recuperação do canteiro central em andamento e da Ponte do São Jorge, na Zona Oeste, têm afetado o tráfego de veículos na Avenida Constantino Nery, o que impede a implantação total do sistema.

“Às vezes, é necessário que os trabalhadores da obra ocupem parte da faixa do corredor exclusivo dos ônibus com materiais de construção. Por isso, não há ainda uma data para iniciar a aplicação de multas”, justificou o órgão.

A SMTU explicou que, inicialmente, a fiscalização será feita com agentes de trânsito e posteriormente por meio de radares de fiscalização eletrônica.

Atualmente, apenas os ônibus articulados com porta para embarque e desembarque pela esquerda utilizam as plataformas ao longo do corredor do BRS. Os demais ônibus permanecem trafegando pelas outras faixas da Constantino Nery. De acordo com a SMTU, as linhas migrarão para o sistema de forma gradativa. “A renovação de frota é um processo constante e a transferência de linhas de ônibus para a faixa da esquerda será feita gradativamente”, ressaltou a superintendência.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close