Academias Abertas são as primeiras obras das emendas parlamentares a serem licitadas

As 14 ‘Academias Abertas’ propostas pelos vereadores para serem implementadas em diversos bairros de Manaus, como parte do pacote de obras das emendas parlamentares, serão as primeiras obras a sair do papel a partir de agosto. O anúncio foi feito, na manhã desta quarta-feira (6), pelo presidente Wilker Barreto (PHS), durante reunião com o colegiado de líderes da Câmara Municipal de Manaus (CMM), após o término da sessão plenária. Os bairros beneficiados com as academias são: Cidade de Deus, Parque São Pedro, Japiim, conjuntos Santos Dumont e Nova República, Amazonino Mendes, Parque Dez, Gilberto Mestrinho, Comunidade do Tupé, Cidade Nova, São Francisco, Vale do Amanhecer, Colônia Antônio Aleixo e Jorge Teixeira.

CMM

Wilker explicou aos vereadores que os projetos das academias foram os primeiros a serem concluídos pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), em decorrência da semelhança e por não envolverem questões complexas de terreno. “Estive com os técnicos da Seminf e eles me asseguraram que o processo de licitação para a execução das obras será realizado já a partir da próxima semana e que, até o dia 25 de maio, todos os demais projetos já estarão concluídos. Quero assegurar a todos vocês que as obras iniciarão em agosto”, disse Wilker.

academia

Das 118 emendas (sugestões) aprovadas no ano passado pela Câmara Municipal de Manaus em consenso com a Prefeitura de Manaus, 53 são obras, as demais tratam da implementação de programas de apoio sócio-cultural, educacional e esportivo. O volume total representa um investimento de R$ 20 milhões.

A reunião convocada na última segunda-feira (4) pelo presidente da Câmara, reuniu 21 vereadores, os demais justificaram as ausências por motivo de saúde e viagem.

Elaboração de projetos

Wilker revelou aos vereadores que a falta de servidores capacitados na Diretoria de Engenharia da Câmara dificultou e atrasou a elaboração dos projetos e que por isso precisou recorrer à Seminf. “Só temos um engenheiro orçamentista para encaminhar 53 obras. Temos uma necessidade urgente de estruturar essa área”, disse ele ao anunciar que para o próximo ano estuda a possibilidade de fazer um convênio com o Conselho Regional de Engenharia (CREA-AM), a fim de agilizar a elaboração dos projetos que serão sugeridos como parte das emendas parlamentares referente ao orçamento.

Para a vereadora Glória Carratte (PSD) que conseguiu aprovar emenda para a reforma parcial e a revitalização da Feira Modelo da Compensa, a execução das obras precisa efetivamente ser assegurada aos moradores das localidades beneficiadas porque todos ficam na expectativa. “Tem que sair do papel mesmo essas obras. Eu ando de cabeça erguida no meu bairro. A população cobra”, disse.

Wilker assegurou que não há perigo algum das obras não serem executadas. “É uma questão de honra”, declarou.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

REDAÇÃO- (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/danielmanauara@portaldoamazonas.com

Related Articles

Check Also

Close
Close