O Candidato a vice-governador na chapa do jornalista Wilson Lima, Defensor Carlos Almeida, divulgou nota de esclarecimento a respeito de acusações que estão circulando pelas redes sociais envolvendo o seu nome:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

“Sobre notícias caluniosas envolvendo meu nome com supostos criminosos, esclareço que:

• Atuo como Defensor Público há 13 anos sem jamais ter sido alvo de nenhum processo, investigação ou inquérito;

• A falta de moradia é um dos maiores problemas do nosso Estado – pelo menos 500 mil pessoas vivem em moradias irregulares só em Manaus;

• Minha atuação profissional sempre foi em prol do cidadão, feita de forma pública e transparente. Jamais tive contato com qualquer membro de facção criminosa;

• As operações citadas no documento, que circulou na imprensa e nas redes sociais, ocorreram há três anos;

• Na Cidade das Luzes, toda minha atuação foi feita em conjunto com a Cáritas Arquidiocesana de Manaus, com participação do Arcebispo de Manaus, Dom Sérgio Castriani. Já no Parque Tropical (hoje Parque das Nações Indígenas), nossa atuação judicial ocorre em parceria com a Defensoria Pública da União e o Ministério Público Federal;

• É importante reforçar que, durante essas atuações, eu já andava havia mais de um ano com escolta policial permanente devido às ameaças recebidas no exercício das minhas atividades;

•É absurda e caluniosa a ilação de um documento apócrifo que circulou nas redes sociais justamente no dia da eleição. É o desespero da velha política, com medo de perder o governo do Estado;

• Mais uma vez tentam manchar a honra e o trabalho de quem se propõe a trabalhar de maneira justa e transparente nas causas de minorias. Meu repúdio às práticas vis que viraram comuns nesses tempos de mudança.”

Defensor Carlos Almeida Candidato a vice-governador na coligação Transformação por um novo Amazonas (PSC/PRTB/REDE)

COMPARTILHAR