Foto/Divulgação

Quem diria que o segredo para viver mais de 90 anos de idade pode ser beber cerveja ou vinho todas as noites, isso de acordo com um estudo feito com idosos nos Estados Unidos. As informações são do US News.

O estudo 90+, foi iniciado em 2003, centra-se na faixa etária de mais rápido crescimento na América para determinar quais hábitos levam à quantidade de anos vividos e a qualidade de vida com que são vividos.

Foram os pesquisadores da Clinic for Aging Research and Education em Laguna Woods, Califórnia analisaram mais de 1.600 nonagenários, os resultados do estudo mostraram que as pessoas que bebiam dois copos de cerveja ou vinho por dia melhoraram 18% suas chances de viver mais em relação aqueles que se abstiveram de bebidas alcoólicas.

A Dra. Claudia Kawas, especialista em neurologia e chefe do estudo de 90+ na Universidade da Califórnia, apresentou suas descobertas na conferência anual da American Association for Advancement of Science em Austin, Texas, em 17 de fevereiro.

A palavra-chave é moderação: dois copos de vinho ou de cerveja por dia, nada mais. Um hábito que diminui em 18% a probabilidade de uma morte prematura. E ao acrescentar duas chávenas de café diárias, diminui-se o risco em 10%.

Mas os cientistas também não descartam exercitar-se regularmente e participar de um hobby durante duas horas por dia também a vidas mais longas.

Agora veja essa informação surpreendente, o exercício físico de 15 a 45 minutos por dia também baixa as probabilidades em 11%, e ter um ligeiro excesso de peso – mas não obesidade – oferece 3% de hipótese de viver mais tempo que os mais magros.

“Não tenho explicação para isto”, confessou a responsável pelo estudo, a neurologista Claudia Kawas. “Mas acredito mesmo que o consumo moderado de álcool aumenta a longevidade”, disse numa conferência da Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS), a 17 de fevereiro último.

COMPARTILHAR