O anúncio foi feito na coletiva desta quinta-feira 11/1 ao apresentar o balanço dos 100 primeiros dias de gestão do Governador Amazonino Mendes (PDT).

“Nossos maiores adversários são os maus costumes. É hipocrisia querer administrar com secretários ganhando líquido R$ 13 mil. Eu vou aumentar. Não quero ladrões no meu governo”. “Eu quero que as pessoas vivam com dignidade, com decência. Não tenham medo do que vão falar. Tem que aumentar mesmo eu sempre pensei assim!” 

– Amazonino Mendes- 11.01.2018 –

O governador do Amazonas não revelou para quanto vai o salários dos seus secretários, também declarou que  a prioridade foi organizar os contratos na área da saúde, para garantir serviço que é essencial à população.

“Tivemos de fazer perícia para ver o que é ou não, e tive de trabalhar com eles (empresas terceirizadas), senão o ‘avião’ caía. Mas começamos a dominar. Pagamos R$ 213 milhões de dívidas, que há cinco meses não se pagava as cooperativas. Já colocamos as coisas no eixo”, disse Amazonino.

Para imprensa local a apresentação foi tímida, sem muitas novidades, alguns dos  discursos,foram  semelhantes a coletiva de Amazonino, quando fez o seu primeiro pronunciamento, após assumir o governo do Estado. Os holofotes ficaram mesmo foi para o aumento dos salários dos secretários.

“Encontramos muitas dívidas, muitas delas contraídas de forma ilegal. A forma também que executaram, pois pagavam os contratos irregulares como forma de indenização. Estranha. Independentemente da situação, nós tínhamos a ausência de serviços. Os serviços não eram prestados. E o mais grave que não tinham os serviços e aumentavam-se as dívidas. Gastava-se todo o recurso orçamentário e além do recurso orçamentário”, analisou o governador Amazonino.

Amazonino disse que não está pensando em política, tem muita coisa para se preocupar, ele quer apenas trabalhar e dar resultado, para Mendes o que norteia o governo é a prudência e o amor à causa pública.

Agora é esperar, porque segundo o governador do Estado do Amazonas, dias melhores virão”. 

 

 

COMPARTILHAR