Você Já imaginou ser enterrado vivo?

Muitas pessoas ficam perturbadas somente em pesar nessa situação horripilante, é um dos piores pesadelos que uma pessoa pode ter.

Acordar e está em um caixão escuro, em uma profundidade de dois metros da superfície, sabendo que o seu oxigênio pode durar no máximo duas horas, isso se a pessoa ficar calma e desacelerar a respiração, para não consumir o oxigênio rápido demais.

O primeiro caso que vamos relatar de pessoas que foram enterradas vivas é o de Mina El Houari, ela tinha 25 anos, morava no sudeste da França em Cadenet, em Maio de 2014, foi ao encontro de um rapaz que conheceu pela internet um marroquino, os dois já trocavam mensagens há dois meses.

 

MINA FOI AO ENCONTRO DA MORTE

Mina  resolveu, conhecer pessoalmente o seu namorado virtual em  Fez  uma Cidade Imperial marroquina, localizada no centro-norte de Marrocos.

O encontro estava perfeito, romântico e divertido,  Mina passou  o dia com o seu namorado virtual , mas, o pior aconteceu, ela acabou tendo um colapso e caiu dura no chão. O marroquino  teve uma atitude totalmente inusitada e, em vez de chamar uma ambulância, ou pedir socorro, ele achou que Mina estava morta e simplesmente  decidiu enterrar a francesa no quintal de sua casa.

Mina não estava morta ela entrou em coma, provocado por sua diabetes e, por isso, parecia ter morrido.

A família ficou desesperada, pois Mina, não retornou para a França fizeram  um registro de desaparecimento e decidiram  ir para o Marrocos a procura de

As autoridades policias  localizaram o rapaz e, chegando até a casa dele, descobriu a cena do crime. muita lama, uma pá e, claro, o corpo de Mina, enterrado no quintal, ele confessou o crime e foi acusado de homicídio culposo.

A autópsia de Mina el-Houari revelou que ela tinha sido enterrada viva, e morreu sufocada pela terra que a cobriu.

Pode até parecer loucura, mas nós pesquisamos e encontramos algumas dicas para sobreviver e escapar ao ser enterrado vivo. São nove dicas, preste atenção, que sabe você pode precisar, nunca se sabe né?

Não gaste oxigênio. Em um caixão tradicional só há oxigênio suficiente pra cerca de uma ou duas horas. Três com MUITA sorte. Inspire profundamente e expire lentamente.

Não acenda isqueiros ou fósforos. Eles gastam oxigênio ao seu redor. Você precisa mais de oxigênio do que de luz, vai por mim. Se tiver uma lanterna, pode usá-la.

Gritar aumenta a ansiedade, o que provoca o aumento dos batimentos cardíacos e com isso, você vai precisar de mais oxigênio ainda. Portanto, anote aí: não gritar, nem falar, nem tentar chamar ninguém.

– Tente balançar a tampa do caixão com as mãos. Em alguns caixões vagabundos, a tampa é de baixa qualidade e você consegue até furá-la com um anel ou uma fivela de cinto, ou anel.

– Cruze os braços sobre o peito, segurando seus ombros e puxando a camiseta pra cima. Você vai conseguir tirá-la e a dica é que amarre elas com um nó acima da sua cabeça. Isso vai impedir que terra caia no seu rosto durante qualquer tentativa de escapada.

Dê chutes seguidos na tampa pra tentar quebrar o caixão. Em alguns casos, se o caixão não for de qualidade a tampa , vai quebrar e  quando cai terra por cima, nesses casos a chance de conseguir escapar é muito maior.

– Assim que a tampa quebrar, vá jogando a terra que cai dentro do caixão pra perto dos seus pés. Se o espaço for ficando pequeno, pressione a terra com os pés pra lateral e se movimente um pouco pra que a terra se acomode e você ganhe espaço dentro do caixão. A pressão pode ajudar a madeira da lateral se quebrar.

Sua meta principal é conseguir sentar. Toda a sujeira vai cair e preencher o espaço que sua metade de cima estava deitado. Isso vai ajudar E MUITO sua situação. Só não esqueça que precisa continuar respirando de forma calma e constante.

– Levante-se e lembre: a terra que fica no túmulo é muito leve, então quanto mais você força pra cima, mais fácil é pra sair. O caminho até o topo é mais fácil do que parece. Se o dia tiver ensolarado e a terra seca, pode ser mais fácil ainda. Você só precisa torcer pra não chover, porque a terra molhada fica pesada e fica quase impossível de sair.

Uma dica: combine com os seus familiares, colocar no caixão:

01- Celular com bateria 100% carregada e desligado – Nesse caso, torça para que seu aparelho tenha sinal e faça uma ligação ou mande rapidamente uma mensagem para alguém. Assim que conseguir se comunicar e souber que há alguém a caminho, tente permanecer imóvel e relaxado – de novo, por causa do oxigênio.

01- lanterna

01- ferramenta que dê para quebrar o caixão e escavar

Mas tudo isso pode não ter exito, pois tudo depende do tipo de túmulo.

Esse também é um ponto chave para o sucesso da sua fuga em caso de ser enterrado vivo, e tudo depende do tipo de construção do túmulo em questão:

  • O melhor tipo de túmulo para se escapar em caso de ser enterrado vivo, seria aquela tradicional cova rasa, onde a terra é jogada diretamente sobre o caixão.

  • Já nos túmulos de gaveta tudo depende da qualidade do trabalho do pedreiro que constrói a parede de blocos que sela a cova: se ele for muito caprichoso, e a parede for muito bem feita, vai ficar mais difícil, porém tem um lado positivo: será mais fácil encontrar ou fazer uma abertura para conseguir respirar, além de ser mais eficiente gritar por socorro, já que ficará mais fácil alguém ouvir.

  • Se for aqueles fechados com lajes e terra jogada por cima, neste caso, lamentavelmente não há muito o que fazer., afinal o peso das lajes com a terra por cima vai tornar quase impossível a fuga, e a não ser que você tenha um celular, e mais do que isso, caso ele capte algum sinal, pode ser o fim.

COMPARTILHAR