Vacinação contra a covid-19 começa em todo o país

Ministério da Saúde distribuiu 6 milhões de doses do imunizante

O Ministério da Saúde confirmou nesta terça-feira (19) a entrega de 6 milhões de doses da CoronaVac para todos os estados e o Distrito Federal. A vacinação já começou em quase todo país. 

A vacinação teve início pelos grupos prioritários da chamada fase 1: trabalhadores de saúde, pessoas institucionalizadas (que residem em asilos) com 60 anos de idade ou mais, pessoas instituicionalizadas com deficiência e população indígena aldeada.

Ontem (18), a Agência Brasil já havia registrado o início da vacinação em Goiás, Piauí e Santa Catarina, além de São Paulo, no domingo.

Acre

A enfermeira Maria José Monteiro, de 66 anos, foi a primeira imunizada contra covid-19 no Acre, nesta terça-feira (19). Além dela, mais três profissionais da saúde e um idoso de 85 anos foram vacinados. O estado recebeu 41 mil doses da Coronavac.

Segundo o governo do Acre, estão aptos a receber a vacina no estado 244 pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas, 12.815 indígenas e 6.343 profissionais da saúde, totalizando 19.402 pessoas na primeira fase. Além de Rio Branco, doses da vacina estão sendo encaminhadas ainda hoje para Sena Madureira, Manoel Urbano, Santa Rosa do Purus, Jordão e Cruzeiro do Sul.

Amazonas

 A indígena Vanda Ortega, da etnia Witoto, foi a primeira pessoa a ser vacinada no Amazonas. Vanda Ortega é técnica de enfermagem, foi vacinada na segunda-feira (18) e, para ela, a imunização representa vida e orgulho para os povos indígenas. “Esse momento representa muito para os povos indígenas desse País. Essa vacina é importante para o nosso povo, é importante para todos os brasileiros, e para os indígenas não seria diferente. A imunização representa vida e orgulho para os povos indígenas”, disse

O estado recebeu 256 mil doses de vacina contra a covida-19. Segundo governo do Amazonas, neste primeiro momento, será feita a distribuição das doses com foco em alcançar trabalhadores da saúde que estão na linha de frente do enfrentamento da Covid-19 e a população indígena aldeada maior de 18 anos. O estoque de vacina atual entregue ao Amazonas pelo Ministério da Saúde (MS) é suficiente para aplicar a primeira e a segunda dose em 128 mil pessoas dos dois grupos prioritários.

Por Agencia Brasil

Close