UFC encerra mês com duelo que promete muita ação entre Dustin Poirier e Dan Hooker

O UFC faz neste sábado seu quinto evento seguido em Las Vegas e coloca frente a frente dois pesos-leves que gostam de vencer pela via rápida. Dustin Poirier, terceiro colocado no ranking da categoria, tem 19 de suas 25 vitórias por nocaute ou finalização. Ele vai encarar Dan Hooker, que ocupa a quinta posição e conseguiu 17 de seus 20 triunfos sem deixar nas mãos dos jurados.

Poirier, cuja última vez que pisou no octógono foi quando desafiou o campeão Khabib Nurmagomedov, em setembro do ano passado, e acabou derrotado, está de volta. Em entrevista ao Combate.com, ele mostrou que estudou bastante seu adversário.

– Ele é um lutador muito comprido, usa seu jogo de pernas e sua envergadura muito bem no perímetro. E ele é muito paciente. Eu reparei isso sobre ele. Eu acredito que o vencedor desta luta vai estar a apenas uma luta de uma disputa do cinturão.

Hooker, por sua vez, demonstrou o mesmo respeito, mas espera anotar mais uma vitória sem deixar nas mãos dos jurados.

– Ele é, definitivamente, um grande desafio. É muito versátil, tem bom boxe forte, um wrestling forte, além de muita experiência. Vai ser uma luta muito interessante, e acho que a experiência dele vai ser o maior desafio. Acho que vou vencer por interrupção. Dustin luta sempre pra cima e é o tipo de cara que é forte onde quer que a luta esteja. Então não estou focado em levar para a decisão e lutar cinco rounds com ele. Eu prefiro um bom nocaute e acabar com isso rapidamente.

Após a pesagem, realizada nesta sexta-feira, Poirier e Hooker fizeram uma encarada séria, com alguns olhares provocadores, mas sem nenhuma animosidade.

Quem chamou atenção na pesagem foi Gian Villante e sua forma física. Recém-migrado do peso-meio-pesado, cujo limite de peso é de 93,4kg, para o peso-pesado, que tem como limite 120,7kg, ele se apresentou claramente fora de forma, com uma barriga proeminente. Villante e seu adversário, Maurice Greene, anotaram o mesmo peso (115,7kg), mas a diferença de forma física ficou evidente.

Único brasileiro no evento, o peso-pesado Philipe Lins também fez uma encarada tranquila com o seu adversário, o canadense Tanner Boser. Os dois se cumprimentaram respeitosamente e não se provocaram em nenhum momento.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker