Susam irá distribuir 1,4 milhão de preservativos no Carnaval

A Secretaria Estadual de Saúde (Susam) irá distribuir cerca de 1,4 milhão de preservativos masculinos, na capital e no interior do Amazonas, como parte da programação de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis, entre elas HIV/Aids, durante o Carnaval, considerado um período de maior índice de vulnerabilidade.Camisnha

As atividades, que já vêm acontecendo desde o dia 16, nos ensaios de blocos e bandas de rua, serão intensificadas neste final de mês e durante a realização das festas carnavalescas, conforme explica o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza. O tema da campanha da Susam, este ano, é “Carnaval é alegria. Fantasia só se for de camisinha”. A campanha é executada pela Coordenação Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais.

O objetivo maior da campanha, de acordo com a coordenadora estadual de DST/Aids e Hepatites Virais, Silvana Lima, é estimular o uso do preservativo como meio de proteção, não apenas durante o Carnaval, mas o ano inteiro. “A população precisa se conscientizar da importância do uso do preservativo, principalmente em uma época de carnaval, em que as pessoas costumam se envolver em situações de maior vulnerabilidade”, afirmou.

Segundo ela, os 61 municípios do interior participam da campanha através de ações de prevenção, com distribuição de preservativos masculinos em bailes, clubes, blocos e bandas, conforme a programação carnavalesca de cada município.

Na capital, as ações são realizadas através de blitz e distribuição de preservativos, executadas por profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e por voluntários ligados a organizações não governamentais. As ações estão sendo desenvolvidas em todos os blocos e bandas carnavalescas, nos ensaios das escolas de samba e em pontos estratégicos da cidade, como o porto da Manaus Moderna, Ceasa, terminais de ônibus, feira do produtor, unidades básicas de saúde, entre outros.

As ações no Sambódromo, em Manaus, durante os desfiles das escolas de samba, serão comandadas pela Coordenação Estadual de DST/Aids e Hepatites e desenvolvidas em parceria com várias entidades. Dentre elas, o Núcleo de DST/Aids e Hepatites Virais da Semsa, a Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), Fundação Alfredo da Matta (Fuam),  Programa Galera Nota 10, da Secretaria Estadual de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Secretaria  Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejusc), Secretarias Estadual e Municipal de Educação (Seduc e Semed), Serviço Social da Industria (Sesi), Serviço Social do Comércio (Sesc), Rede Amizade & Solidariedade às Pessoas Vivendo com HIV/AIDS, Associação Garotos da Noite (AGN),  Fórum OSC/Aids e Fórum LGBT.

 Atendimento – Em Manaus, explica Silvana Lima, existem cinco Serviços de Assistência Especializada (SAE), distribuídos nas diferentes zonas da cidade, para atendimento a pessoas que vivem com HIV/Aids. A Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado é a principal referência para o tratamento dos pacientes, tanto da capital quanto do interior do estado, com 78% dos atendimentos.

Doação de Sangue – A Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (FHemoam) também já está intensificando as ações destinadas a sensibilizar a população a procurar o serviço para fazer doação de sangue e, assim, manter a segurança dos estoques do hemocentro, no período do Carnaval.

A unidade, que também é vinculada à Susam, está buscando a parceria de empresas, igrejas e outras instituições para a captação de doadores em ações realizadas nesses locais, com o suporte da unidade móvel do serviço. Além disso, a FHemoam está reforçando que a doação pode ser feita na sede da unidade, que fica na avenida Constantino Nery, 4.397, de segunda a sábado, das 7h30 às 18h. Outra alternativa é o posto avançado de coleta que funciona na Maternidade Ana Braga, na alameda Cosme Ferreira, bairro São José, no horário das 8h às 13h30.

No período carnavalesco, o serviço de doação de sangue da FHemoam estará funcionando no sábado (dia 6) e na segunda-feira (8), das 7h às 18h; e na quarta-feira de Cinzas, das 13h às 18h.

Close