Servidores do TRE-AM participam de curso de Gestão de Riscos no Setor Público

Capacidade de se antecipar aos problemas, identificar e diagnosticar seus riscos e pensar antecipadamente nas medidas que podem ser tomadas para que os problemas não aconteçam, ou que aconteçam com menor gravidade. É com esse objetivo que servidores do TRE-AM estão sendo capacitados através do curso “Gestão de Riscos no Setor Público”, ministrado pelo auditor do Tribunal de Contas da União, Édison Franklin Almeida. O evento teve a duração de dois dias (02 e 03/junho) e está ocorrendo nas dependências do Hotel Adrianópolis, situado na R. Salvador, 195 – Adrianópolis, nesta capital.

dura

Segundo Edison Franklin, “A gestão de risco esta associada à dimensão de planejamento. Todo planejamento pode ser enriquecido com o processo de reflexão sistemática sobre os riscos. A gestão de risco se dá através desta reflexão, através da organização das informações a respeito do futuro que obtemos através da investigação do passado, a partir do nosso contexto interno gerencial, e do contexto gerencial e econômico do mundo e do país”.

A recomendação para a implantação de um processo de gestão de risco veio do TCU. “Esta é uma tendência internacional. No mundo privado já está muito forte e aos poucos estamos implantando nos órgãos públicos”, declarou o auditor do Tribunal. Acórdãos dos órgãos de controle como CGU e TCU vem sendo constantemente emitidos, orientando para o aperfeiçoamento e para a implantação do sistema de Gestão de Riscos na gestão.

Édison Franklin Almeida

Administrador, pós-graduado em Avaliação de Políticas Públicas e em Gestão Estratégica do Conhecimento.

Experiência de 23 anos em auditoria e gestão no setor público federal, sendo 21 deles no Tribunal de Contas da União-TCU, onde ocupa o cargo de Auditor Federal de Controle Externo e exerce função de Secretário de Controle Externo da Defesa Nacional e da Segurança Pública.

No TCU atuou como Auditor, Diretor, Gerente de Projeto, Assessor de Ministro e Secretário-Geral Adjunto de Controle Externo.

A experiência inclui a realização de auditorias, supervisão de equipes de fiscalização, planejamento e gestão de atividades de controle externo de órgãos civis e militares dos três poderes da União, além d e participação no Comitê de Gestão Estratégica e Governança do TCU.

Representante do TCU no Subcomitê de Normas de Auditoria Interna da Intosai.

Experiência de ensino em Organização e Métodos, Controle Externo e Auditoria, Governança Pública e Gestão de Riscos. Instrutor do Instituto Serzedello Corrêa-TCU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Close