Polícias Civil e Militar prendem homem investigado por sequestrar e manter ex-companheira em cárcere privado

A equipe de investigação da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), com o apoio de policiais militares, cumpriu na manhã de terça-feira (11/08), por volta das 8h, mandado de prisão temporária em nome de Bruno Marques Campos, de 30 anos, investigado por sequestrar e manter em cárcere privado a ex-companheira, uma jovem de 19 anos. O crime ocorreu no dia 18 de maio deste ano, quando o indivíduo raptou a vítima da casa de seus pais, situada no bairro Jorge Teixeira, zona leste da capital.

De acordo com o delegado Charles Araújo, adjunto da DEHS, na ocasião do delito, o indivíduo, utilizando uma arma de fogo, adentrou a residência dos pais da jovem, onde ameaçou e sequestrou a vítima. Apurações realizadas durante as investigações indicam que o crime teria sido motivado pelo fato do infrator não ter aceitado o fim do relacionamento com a jovem.

“No mesmo dia do delito, os pais da vítima compareceram à sede da Especializada e registraram um Boletim de Ocorrência (BO). Diante disso, nós iniciamos os procedimentos de diligências em busca do paradeiro da vítima e, em menos de 24 horas, já ingressamos com um pedido de mandado de prisão temporária em nome de Bruno. Após uma semana de investigações, ele decidiu libertar a jovem, temendo ser surpreendido e preso pelas equipes policiais“, afirmou Araújo.

Segundo o delegado, mesmo depois de liberar a vítima, o indivíduo já havia consumado tanto o crime de sequestro como o de cárcere privado. Desta forma, as investigações continuaram em andamento a fim de localizá-lo, para que o mandado de prisão em nome do infrator fosse cumprido.

Prisão – Segundo Araújo, no decorrer das diligências, o homem foi encontrado por policiais militares, que o encaminharam à DEHS, onde foi dado cumprimento à ordem judicial em nome dele, que havia sido expedida no dia 19 de maio deste ano, pelo juiz Celso de Souza Paula, do Plantão Criminal.

Dando prosseguimento às investigações, a equipe da Especializada realizou averiguações na casa do indivíduo, onde ele manteve a vítima em cárcere privado. O imóvel está situado no bairro Tancredo Neves, na mesma zona em que o sequestro foi cometido.

O delegado destacou que no local foram encontrados um simulacro de arma de fogo e um colete balístico. Além disso, havia uma adolescente de 17 anos trancada na residência de Robson. Em depoimento, ela relatou que não tinha nenhum relacionamento conjugal com o infrator, e informou que só estava na casa dele passando alguns dias. Entretanto, o adjunto da DEHS ressaltou que os responsáveis pela adolescente foram acionados, e que este caso será averiguado.

Procedimentos – Bruno foi indiciado por sequestro e cárcere privado. Ao término dos procedimentos cabíveis na DEHS, ele será levado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) e ficará à disposição da Justiça.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/
Close