Operação ‘Cetros’ e desarticula organização criminosa que roubou mais de 80 veículos no Amazonas

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV), deflagrou, nas primeiras horas de terça-feira (02/03), a operação “Cetros” que culminou nas prisões de oito integrantes de uma organização criminosa responsável pelo roubo de, pelo menos, 80 veículos. Na ocasião foram cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão. A ação ocorreu no bairro Coroado, zona leste.

A operação contou com o apoio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM) e da Polícia Militar do Amazonas (PMAM). E teve um efetivo de mais de 200 policiais civis e militares, agentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM); e contou com a cobertura aérea de helicópteros do Departamento Integrado de Operações Aéreas (Dioa).

O secretário de segurança, coronel Louismar Bonates, destacou o êxito da ação integrada das forças de segurança do Estado, onde o grupo criminoso foi desarticulado. “Esse trabalho é muito importante, pois ele reflete na redução da criminalidade, como na de roubos e furtos de veículos que teve uma queda de 14,7%, também estamos com uma taxa de mais de 50% de veículos recuperados”, explicou Bonates.
A delegada-geral da PC-AM, Emília Ferraz, ressaltou que os trabalhos investigativos e integrados continuam muito fortes, mesmo neste momento de pandemia, para proteger à população e enfatizou o êxito da operação.

“Estamos aqui para apresentar o resultado desta operação, que é considerada de médio a alto porte, pelo número de ordens judiciais cumpridas. Além das prisões, colhemos diversas provas em relação a essa organização criminosa” salientou Emília.

O coronel Ayrton do Norte, comandante-geral da Polícia Militar, avaliou a operação como positiva, que traz bons resultados e uma redução significativa, pois são criminosos de alta periculosidade que foram retirados das ruas.

De acordo com o delegado Cícero Túlio, titular da DERFV, as investigações iniciaram em novembro de 2020, em uma outra diligência realizada pela equipe da Especializada. Segundo, ele os policiais conseguiram identificar que essa quadrilha integrava um núcleo operacional de uma organização criminosa, responsável por realizar os roubos para que fossem, posteriormente, adulterados a fim de dificultar a ação da polícia.

“Após os veículos serem adulterados, os mesmos eram utilizados no tráfico de drogas e remetidos ao interior do Amazonas, por meio de balsas. Realizamos um levantamento de todos os veículos que estavam estacionados em supermercados, unidades de saúde e hospitais e, pelo menos, 80 veículos foram encontrados”, enfatizou o delegado.

A autoridade policial informou que as investigações apontaram que os carros eram deixados nesses locais para que os criminosos se certificassem que os mesmos não tinham rastreadores, pois eles tinham um sistema interno onde mudavam os automóveis de endereço, todos os dias, até que esses pudessem ter condições para realizar a clonagem.

Parte da quadrilha realizava os roubos, um fazia a falsificação de documentos e os demais os desmanches, onde os veículos roubados eram destinados a essas pessoas que mantinham oficinas de fachada para realizar a venda clandestina de peças no mercado.

Apreensões – Ao longo da ação, foram apreendidos cinco carros em situação de desmanche irregular, uma motocicleta em situação de desmanche adulterada, diversos Certificados de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV), nove celulares e três computadores.

Disque-denúncia – Outros cinco integrantes do grupo identificados como Adriano Fogassa, Caio Henrique Gama Guimarães, Fábio da Costa Bindá, o ‘Fabinho’, Kevin Dias Aguiar, Thiago Sidney Ramos, conhecido como ‘TH’, seguem sendo procurados.

Quem tiver informações sobre a localização deles pode entrar em contato pelo (92) 99962-2442, disque-denúncia da DERFV, ou pelo 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). “Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, assinalou o delegado.

Close