Nova fase da Operação ‘Curuquetê 2’ intensifica ações em Humaitá e mais quatro municípios

A Operação Curuquetê 2 iniciou, a partir desta sexta-feira (16/10), sua sétima fase de fiscalização e combate ao desmatamento e queimadas no Amazonas. Agora, o Governo do Amazonas estabeleceu como base das ações de comando e controle o município de Humaitá, distante 701 quilômetros em linha reta de Manaus. O objetivo é atender mais cidades do Sul do Amazonas, por meio da BR-230 e BR-319.

A ação é liderada pelo Sistema Estadual de Meio Ambiente, integrado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), que coordena as atividades em campo. Integram ainda o efetivo do Estado equipes do Batalhão Ambiental da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC-AM).

A Curuquetê 2 ocorre no Sul do Amazonas desde junho deste ano. A região é considerada crítica para crimes ambientais, em especial os relacionados à pressão em glebas e assentamentos federais para expansão da fronteira agropecuária e grilagem de terras.

Até então, o trabalho das equipes estava concentrado em Apuí, que apresentava maior avanço dos focos de calor no estado. Agora, as equipes atuarão com foco também em outros municípios, segundo explica o secretário da Sema, Eduardo Taveira.

“Nós intensificamos os trabalhos em Apuí, em um momento em que o município registrou um total de 1.422 focos de calor em agosto. Com as ações diárias de fiscalização, esse índice caiu para 382 em setembro e vem seguindo essa tendência de baixa. Desta forma nós mudamos o planejamento estratégico das missões, no intuito de intensificar a presença do Estado, agora com uma nova base de operação”, pontuou.

Nesta próxima etapa, a fiscalização da Curuquetê 2 irá abranger, além de Humaitá e distritos adjacentes, os municípios de Lábrea, Manicoré, Boca do Acre e Canutama.

“Mudamos nossa estratégia, de forma a atender mais municípios em menos tempo. A decisão foi tomada em conjunto pelo colegiado, que identificou a consolidação dos resultados em Apuí e a demanda emergencial para essa outra área da região Sul do Amazonas”, disse o secretário executivo adjunto de planejamento e gestão integrada da SSP-AM, coronel Hermes Macedo.

Uma reunião de alinhamento entre representantes do Governo do Amazonas, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Humaitá e do Exército Brasileiro, que apoia as atividades na área, por meio da operação federal “Verde Brasil 2”, foi realizada nesta manhã, para alinhamento das estratégias de combate na região.

“Ao mesmo tempo que nós estamos atuando para combate aos ilícitos ambientais, nós estamos nos preparando para uma próxima etapa, em que nós estamos adquirindo conhecimento, novas tecnologias e atuando em integração total entre as instituições, para podermos, a partir do início do próximo ano, trabalhar com mais força em benefício da população”, completou o gerente de fiscalização do Ipaam, Raimundo Chuvas.

Close