Governo do Amazonas distribui lanches para acompanhantes de pacientes com COVID-19

Parceria envolve FPS e Seas com objetivo de melhorar a assistência dada às famílias

Acompanhantes de pacientes com COVID-19 internados em três unidades de saúde passaram a receber, desde segunda-feira (14/01), kits de lanches pelo Governo do Amazonas. A parceria envolve o Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) e a Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) com o objetivo de melhorar a assistência dada às famílias.

Os lanches são distribuídos duas vezes ao dia nos hospitais João Lúcio, Platão Araújo e 28 de Agosto, nos horários de 10h às 13h e das 14h30 às 16h30. Cada kit contém um salgado, bebida (suco ou achocolatado) e fruta. Por dia, as equipes chegam a distribuir 350 kits nos hospitais, amparando as pessoas que aguardam notícias de seus familiares.

A secretária adjunta do FPS, Érika Meirelles, explicou que a medida foi um pedido direto do governador Wilson Lima para que os órgãos de assistência social tivessem um olhar diferenciado.

“São horários próximos quando são divulgados os boletins médicos. É quando as famílias estão nos hospitais e muitas vezes chegam muito cedo nas unidades, com a ansiedade de ter uma notícia. Quero dizer que tudo que está sendo feito por essas secretarias é de coração, porque a gente consegue perceber o sofrimento que cada um está passando, que cada familiar está passando. Esse pequeno gesto de ofertar o lanche é uma forma de nós tentarmos amenizar um pouquinho tudo o que está acontecendo”, explicou Érika.

O cozinheiro José Augusto Oliveira, 56, aguardava informações sobre o estado de saúde da mãe, internada no Hospital Platão Araújo. Ele considerou o lanche uma atitude simples, porém de grande valor para a população. “Para mim é uma ajuda boa porque a gente realmente precisa. Um sem dinheiro, outro sem tomar café, almoçar… Cheguei aqui e tinha mais de 50 pessoas, que acho que ninguém tomou café ou almoçou. Teve só lanche do Governo e agradeço muito. Estou satisfeito”, disse ele.

O mesmo sentimento foi compartilhado pelo inspetor de risco Nonato Oliveira, 41. Ele relata que a esposa está internada no Platão Araújo com Covid-19, e a ação do governo tem ajudado a amenizar a situação. “Realmente a gente agradece a preocupação nesse sentido e não só atentar ao paciente, mas também para quem acompanha e já vem sobrecarregado de tanta situação por conta do estresse que a enfermidade ocasiona. Estão de parabéns realmente pela iniciativa”.

Close