Governo do Amazonas atua para garantir segurança e serviços durante o Carnaval

 

A atuação do Governo do Amazonas durante o Carnaval não se restringe ao Centro de Convenções – Sambódromo, onde acontecem os desfiles das escolas de samba de Manaus. Equipes de diversos órgãos e secretarias estão mobilizadas para garantir a tranquilidade nos dias de folia, com segurança reforçada e atividades de conscientização em diversos pontos da cidade.

Uma dessas ações é o “Bloco do Detran”, que passará por bares, blocos e bandas de Carnaval, além do Sambódromo, levando alegria e abordagens educativas para alertar os motoristas sobre os riscos de misturar bebida e direção. A ação é promovida pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM).

O diretor-técnico do Detran, Amurinê Tomaz, destacou a importância de ações educativas, além das de fiscalização, em períodos festivos como o Carnaval. “Nós fazemos  questão de frisar que não é proibido consumir bebida alcoólica. O que a lei não permite é você consumir bebida alcoólica e conduzir veículo, então o Detran está na rua para garantir, salvaguardar essas pessoas, a segurança no trânsito, para toda a população ter um Carnaval sem nenhuma surpresa negativa”, afirmou.

Foto: Tácio Melo/Secom

O Bar Caldeira, no Centro, foi um dos locais a receber o “Bloco do Detran” na sexta-feira (21/02). O proprietário do estabelecimento, Carbajal Gomes, aprovou a iniciativa. “Esse período é um período em que a pessoa extrapola um pouco no álcool, então eu acho muito importante conscientizar as pessoas a usar os aplicativos, usar táxi, usar esses transportes alternativos”, disse. 

Neste sábado (22/02), as ações iniciam às 17h, na rotatória do bairro Eldorado, seguindo para a Praça do Eldorado. A partir das 19h, o bloco estará no Sambódromo, durante os desfiles do Grupo Especial. A programação segue até a Terça-Feira de Carnaval (25/02) em diversos blocos e bandas de Manaus.

Sambódromo – Na sexta-feira, os desfiles na Avenida do samba ficaram por conta das dez escolas do Grupo de Acesso A: Império do Hawai, Sem Compromisso, Acadêmicos da Cidade Alta, Unidos da Cidade Nova, Tradição Leste, Beija-Flor do Norte, Presidente Vargas, Vila da Barra, Balaku Blaku e Dragões do Império. Na ocasião, o secretário de Estado de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo, fez um balanço dos dois primeiros dias de folia no Sambódromo.

Foto: Tácio Melo/Secom

“É um balanço muito positivo. (Tem) toda uma estrutura do Governo do Amazonas aqui concentrada no Sambódromo para a gente receber esse belíssimo público que está nos prestigiando e, além disso, perceber o empenho de toda a comunidade para colocar a sua escola na avenida. Então a gente quer parabenizar, em nome do Governo do Estado, todos os presidentes, todas as escolas de samba, pelo belíssimo trabalho que vêm desenvolvendo”, disse.

Nos bastidores, os órgãos estaduais também atuam para garantir um ambiente seguro para quem vai curtir a festa. Além de reforçar o policiamento, a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) realiza no Sambódromo ações de monitoramento coordenadas pela Secretaria Executiva-Adjunta de Planejamento e Gestão Integrada (Seagi).

Uma base do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) foi montada no local para realizar o monitoramento em conjunto com o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops). A estrutura conta com duas carretas, cada uma com quatro câmeras, que oferecem visão das áreas interna e externa do Sambódromo. 

O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) também está de prontidão para prestar serviços de socorro em urgência e emergência e combate a incêndios. A estrutura conta com unidade de resgate, viatura, caminhão Auto Bomba Tanque (ABT), dentre outros equipamentos.

“Nós estamos na operação com aproximadamente 40 bombeiros, distribuídos entre salvamento em altura, salvamento em pista, combate a incêndio, estamos com uma viatura ABT com cinco mil litros, com uma equipe na dispersão e a equipe de salvamento em altura na concentração. Então temos quatro equipes de bombeiros espalhadas ao longo dos blocos”, explicou o tenente Ronildo, subcomandante da operação.

Ainda na sexta-feira, parte da equipe foi acionada para atuar no combate a um incêndio de grandes proporções que atingiu um depósito no bairro da Compensa, zona oeste de Manaus. Segundo o tenente Ronildo, o deslocamento já fez parte da Operação Carnaval 2020.

“Nós temos a ordem de, caso haja um incêndio de grande proporção, pegar a metade do efetivo e empenhar nesse incêndio, mas a cobertura e a salvaguarda do Corpo de Bombeiros do Sambódromo vai continuar”, informou.

Cidadania – No Sambódromo, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) montou, em parceria com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa, um “Espaço Acessível” para Pessoas com Deficiência (PcDs) em frente ao Bloco G. O local, que continuará disponível nos desfiles do Grupo Especial (22/02), no Carnaboi (24/02) e na Banda do Galo (25/02), conta com banheiros adaptados, guias para deficientes visuais e intérpretes de Libras. 

Iranilce Morais e o filho Giovani dos Santos, portador do transtorno de espectro autista, puderam acompanhar pela primeira vez os desfiles graças à iniciativa. “É muito bom para nós que está tendo acessibilidade, é um trabalho de inclusão, nós precisamos disso. A secretaria está de parabéns por estar tendo essa acessibilidade para gente, para nós mães, é muito bom mesmo”, comentou.

A Sejusc está realizando, ainda, abordagens educativas sobre temas voltados aos direitos das mulheres, crianças e adolescentes, LGBTs, idosos, discriminação racial e PcDs. O órgão também continua com a campanha “Não é Não”, com a distribuição de adesivos e a aplicação de tatuagens temporárias da campanha nacional. Em paralelo, o Ônibus da Mulher realiza atendimento psicossocial dentro do centro de convenções.

Já a Secretaria de Assistência Social (Seas) realiza ações de conscientização e prevenção para combater todos os tipos de violência praticada contra crianças e adolescentes, incluindo o trabalho infantil e a exploração sexual; contra a mulher e o idoso e em relação aos crimes de xenofobia. 

Saúde – A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) montou, no Bloco A do Sambódromo, um posto médico para oferecer atendimento à população que irá acompanhar os desfiles das escolas de samba. 

O posto funciona até sábado (22/02), último dia de desfile, com equipe de saúde completa e ambulância. Os pacientes que necessitarem de atendimentos mais especializados serão encaminhados para unidades de referência, como prontos-socorros e Serviços de Pronto-Atendimento (SPA).

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/
Close