FCecon reorganiza consultas a partir da próxima quarta-feira (08/04)

As consultas ambulatoriais e as cirurgias eletivas foram reorganizadas a fim de promover maior segurança para os pacientes da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon). A partir desta quarta-feira (08/04), a Fundação irá atender com novo fluxo, com objetivo principal de evitar aglomerações e fornecer o atendimento adequado.

A Fundação adotou mudanças e diminuiu, no dia 24 de março, o número de consultas e procedimentos ambulatoriais e cirurgias agendadas, por um período de 15 dias. A medida levou em conta o fato de que muitos dos pacientes oncológicos são idosos e têm baixa imunidade, estando no grupo de risco para a Covid-19.

“É importante explicar que tomamos as duras medidas de redução dos procedimentos dentro da Fundação com base em notas técnicas de instituições e sociedades oncológicas, para evitar que ocorresse a proliferação do vírus dentro da FCecon. Vamos retomar os procedimentos que foram suspensos gradativamente, estudando os casos e com muita responsabilidade com nossos pacientes”, afirma o diretor-presidente da Fundação Cecon, mastologista Gerson Mourão.

Consultas – A partir da quarta-feira (08/04), as consultas ambulatoriais ocorrerão com horário marcado para todas as especialidades. Os pacientes serão informados por telefone sobre as datas. Portanto, não é preciso comparecer até a FCecon se não recebeu a confirmação da consulta.

Cirurgias – As cirurgias eletivas (agendadas) também foram reorganizadas no sentido de priorizar as urgências e os tumores com grande potencial de progressão.

Nesta quinta (02/04) e sexta-feira (03/04), seis pacientes passaram por cirurgias em um mutirão de mastectomia, que é a retirada total das mamas. As pacientes operadas realizaram quimioterapia neoadjuvante, em que se necessita que as cirurgias ocorram entre 3 a 6 semanas após completado o tratamento quimioterápico, para não se perder a redução do tamanho do tumor.

“Quimioterapia neoadjuvante é realizada antes da cirurgia, devido ao tamanho tumoral ou ao perfil molecular do tumor. Ao término desse tratamento, elas são submetidas ao procedimento cirúrgico”, explica a gerente da Mastologia da FCecon, mastologista Hilka Espírito Santo.

Além das seis pacientes que passaram pela mastectomia nesta semana, outras duas passarão pelo procedimento cirúrgico na próxima terça-feira (07/04), como parte do mutirão.

Com o planejamento feito pelos cirurgiões da FCecon, os pacientes serão informados, por telefone, para comparecerem ao hospital para os trâmites pré-operatórios.Tratamento – Os tratamentos de quimioterapia e radioterapia não foram afetados e correm normalmente. As consultas na Oncologia Clínica e na Terapia da Dor também ocorrem normalmente sem diminuição do número de pacientes. O serviço de Urgência da FCecon continua funcionando 24 horas por dia, em sua totalidade.

Close