Em reunião com o presidente Jair Bolsonaro, Wilson Lima explica ações do Estado para ampliação de leitos

Na reunião, o governador tratou sobre o plano de vacinação no Estado e o planejamento pós-estabilização no abastecimento de oxigênio

O governador do Amazonas, Wilson Lima, apresentou, na tarde desta segunda-feira (18/01), durante reunião com o presidente da República, Jair Bolsonaro, em Brasília, as ações planejadas pelo Estado, em conjunto com o Governo Federal, após a estabilização do abastecimento de oxigênio nas unidades de saúde do Amazonas. Entre as prioridades está a ampliação do atendimento dos pacientes que estão à espera de leitos.

“Estamos trabalhando agora para a ampliação de leitos no Estado do Amazonas. Já há um hospital, uma enfermaria montada no estacionamento do Hospital Delphina Aziz, além de um hospital à disposição do Governo, para que a gente possa começar a abertura de novos leitos, levando em consideração que temos uma fila significativa de pacientes que esperam por um atendimento”, pontuou Wilson Lima.

O governador também esteve reunido com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, quando tratou sobre o Plano Estadual de Imunização da Covid-19 no Amazonas, com início programado para a noite desta segunda-feira (18/01).

Pela manhã, Wilson Lima esteve em São Paulo, onde participou da cerimônia de entrega do lote com 256 mil doses de vacinas repassadas pelo Ministério da Saúde ao estado. Além disso, o Governo do Amazonas recebeu mais 50 mil doses doadas pelo Governo de SP.

“Há um critério de prioridade que a gente vai começar a vacinar de acordo com a quantidade que nós estamos recebendo agora, que é algo em torno de 250 mil doses, além das 50 mil doadas por São Paulo. Então, nós já vamos implementar essa vacinação com os grupos que estão à frente na prioridade. À medida que essas vacinas forem chegando a gente vai vacinando os outros grupos”, explicou o governador.

Wilson Lima garantiu que o Amazonas está preparado para iniciar a vacinação. “Nós já estamos preparados, toda a nossa rede de frio, com seringas em nossos estoques, as prefeituras também já foram orientadas para preparar as salas de vacinação, então nós já estamos prontos para começar esse processo”, afirmou o governador. A abertura simbólica da vacinação no Estado está programada para ocorrer em cerimônia no Centro de Convenções Vasco Vasques.

Readequação – O governador também explanou sobre a readequação do sistema com o início da estabilização da distribuição de oxigênio nas unidades de saúde do estado, cuja força-tarefa conta com o apoio do Governo Federal, por meio da Força Aérea Brasileira (FAB).

“Hoje foi um dia que a gente deu uma atenção especial para o interior, levando em consideração a nossa logística e o fato de que a maioria das unidades hospitalares do interior não possuem tanque. Eles ainda utilizam cilindros, e na maioria dos municípios esses cilindros chegam de barco, que às vezes demoram até seis dias para chegar ao destino. Por isso nós contamos com apoio da Força Aérea Brasileira e com as nossas aeronaves para que a gente possa fazer a entrega desse oxigênio”, afirmou o governador.

Nos últimos dois dias, mais de 30 municípios retiraram cerca de 950 cilindros de oxigênio na gerência de patrimônio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), na sede da Central de Medicamentos e na empresa White Martins. Além disso, para garantir a manutenção dos estoques de oxigênio no interior, o Governo do Amazonas também enviou 157 cilindros de oxigênio, para os municípios de Tefé, Coari, Parintins, Fonte Boa e Tapauá.

PORTAL DO AMAZONAS.COM

Redação (92) 3877-4539 contato@portaldoamazonas.com / socorromaia@portaldoamazonas.com/
Close