Em 2021, Governo do Amazonas distribuiu mais de 300 toneladas de pescado

Peixe no Prato Solidário beneficiou moradores da capital e do interior do Amazonas, no período de maio a dezembro

O Governo do Amazonas, por meio do Sistema Sepror, distribuiu, do mês de maio a dezembro de 2021, mais de 300 toneladas de peixe durante a execução do programa Peixe no Prato Solidário. Coordenado pela Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) e executado em parceria com a Secretaria Executiva de Pesca e Aquicultura da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepa/Sepror), o programa realizou ações em Manaus e em 19 municípios do interior.

O valor investido no programa em 2021 foi superior a R$ 3,2 milhões. A aquisição do pescado junto aos produtores regionais é realizada pela ADS, com recursos financeiros repassados pela Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), e assegura a oferta à população de peixes frescos e de qualidade, como tambaqui roelo e pirarucu.

De acordo com a presidente da ADS, Michelle Bessa, o programa foi idealizado pelo Governo do Amazonas durante o período crítico da pandemia, com o intuito de levar comida, de forma emergencial, à mesa das famílias.

“Nesse momento tão difícil que ainda estamos passando, uma das prioridades do governador Wilson Lima é garantir comida na mesa da população. E o programa Peixe no Prato, somado a outras iniciativas, como o Prato Cheio e o Auxílio Estadual, nasceu com esse único objetivo: atender quem está sofrendo com os impactos da pandemia. Em Manaus realizamos ações que beneficiaram mais 18 mil famílias, e outras milhares de pessoas foram beneficiadas no interior. Encerramos 2021, com êxito neste programa”, destacou Michelle.

Além de beneficiar a população, o programa incentiva o consumo de pescado que segue boas práticas de manejo e controle sanitário sério, oferecendo à população um peixe saudável e nutricionalmente completo.

Equipes técnicas da ADS acompanham todo o processo do programa, desde a despesca junto aos piscicultores – todos do estado do Amazonas – até a distribuição do pescado. Além da ADS e Sepa, as ações de distribuição do pescado contaram com o apoio da Casa Civil, Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) e Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS).

As espécies doadas foram: tambaqui roelo, tambaqui curumim, tambaqui e jaraqui.

Related Articles

Check Also

Close
Close