CGE implementará plano de ação para ampliar a transparência no Amazonas

A Controladoria-Geral do Estado (CGE) desenvolve um plano de ação que visa analisar e atender a critérios de avaliações da transparência pública, que resultaram em rankings nacionais. O trabalho tem o intuito de aprimorar as ferramentas de apresentação das informações públicas sobre os recursos destinados ao combate à Covid-19, por meio do Portal da Transparência do Amazonas.

O trabalho toma como base as informações das duas últimas avaliações divulgadas recentemente pelas organizações Transparência Internacional Brasil e Open Knowledge (OKBR), que classificaram o Governo do Estado respectivamente em 10º e 11º lugar, em relação aos demais governos estaduais do país. O Amazonas foi classificado com nível bom em ambas as pesquisas.

Segundo o controlador-geral do Estado, Otávio Gomes, os trabalhos seguem as determinações do governador Wilson Lima na busca pela melhoria constante dos mecanismos de transparência do Estado.

“Estamos analisando os critérios de avaliação utilizados pelas organizações que divulgaram as classificações estaduais. As informações servirão para melhoria. Vamos ampliar ao máximo a transparência no Amazonas e esses rankings nos ajudam nesse processo”, explicou o controlador.

Rankings – Nesta semana, a organização global Transparência Internacional classificou o Amazonas na 10ª posição entre os estados do país mais transparentes no ranking de contratações emergenciais. O ranking, que também teve a avaliação do Tribunal de Contas da União (TCU), tem como objetivo fiscalizar o cumprimento da legislação e da transparência dos estados e capitais do país.

No mês de abril, a Open Knowledge (OKBR) divulgou o Amazonas em 11º lugar no Índice de Transparência da Covid-19. O levantamento busca avaliar a qualidade dos dados e informações relacionados à pandemia do novo coronavírus, publicados pelos Portais da Transparência em todos os estados.

Close