Campanha do Sistema Sepror resulta na entrega de 300 cestas básicas a produtores de comunidades de Manacapuru

A Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), por meio do Departamento Pedagógico (Depe), entregou, nesta quinta-feira (23/07), cestas básicas a moradores de três comunidades ribeirinhas de várzea, na área rural de Manacapuru (distante 93 quilômetros de Manaus). Os itens foram arrecadados durante a Campanha “Cultivando o Bem”.

Os beneficiados perderam parcialmente suas rendas por conta do isolamento social decorrente da pandemia da Covid-19 e ainda, problemas provocados pelas enchentes dos rios.

A arrecadação e a entrega foram feitas diretamente pelos servidores da Sepror, com o apoio das vinculadas: Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (Idam), Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) e Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS).

Esta foi a segunda entrega de alimentos, resultado da arrecadação junto aos servidores, iniciada em junho. Foram entregues 3,6 toneladas de alimentos, os quais foram divididos em 300 cestas básicas contendo 11 itens cada. Receberam as cestas básicas famílias das comunidades Costa do Marrecão, Ajaratubinha e Paratarí.

Para a coordenadora do Depe, Eliane Craveiro, a ajuda para os ribeirinhos, nesse momento de isolamento, é de extrema importância. “Com essa união e solidariedade de colaboradores do Sistema Sepror, foi possível levar apoio a famílias extremamente necessitadas, fato que deixou a todos emocionados”, disse.

Na comunidade Costa do Marrecão, o presidente da Associação Divino Espírito Santo, Delson Santos, agradeceu a doação. Para ele, as cestas básicas chegaram em boa hora. “Muito bem-vinda nesta volta ao trabalho, em nossas propriedades, onde perdemos quase tudo, resultado da cheia na região, que levou quase toda nossa produção, e do coronavírus, que não permitiu ninguém trabalhar nos últimos meses”, contou.

Close