MANAUS, 04/07/18 PRESIDENTE DA CAMARA MUNICIPAL DE MANAUS, VEREADOR WILKER BARRETO (PHS) PARTICIPA DA SOLENIDADE EDE POSSE DO NOVO PRESIDENTE DO TIBUNAL DE JUSTICA DO AMAZONAS, DESEMBARGADOR YEDO SIMOES. FOTO: DJALSON LEAO / CMM

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Wilker Barreto (PHS), prestigiou a posse do desembargador Yedo Simões como presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). A sessão solene foi realizada na noite desta quarta-feira (4), no Teatro Amazonas, Centro. Wellington José de Araújo e Lafayette Carneiro Vieira Júnior também foram empossados como vice-presidente e corregedor-geral, respectivamente.

Os desembargadores foram escolhidos para ocupar os cargos diretivos da Corte Estadual em sessão do Pleno realizada no dia 27 de março deste ano.

Convidado para compor a mesa de honra, que contou com a presença de magistrados e parlamentares, Wilker desejou sorte aos desembargadores que ficarão no mandato até 2020. “É uma nova gestão. Desejo sucesso a todos. Nosso Amazonas será o maior beneficiado com esse novo mandato do presidente Yedo Simões, assim como foi com o ex-presidente, desembargador Flávio Pascarelli”, disse Wilker.

Em seu discurso, Simões declarou que vai estruturar as Comarcas do interior e realizar concurso público para os servidores do Tribunal. “Pretendo reestruturar todas as unidades do interior, e dar apoio e suporte aos juízes. Também já estamos trabalhando para lançar o edital do concurso público”, disse.

Yedo Simões formou-se em Direito pela Universidade Federal do Amazonas (1978) e ingressou na magistratura no ano de 1979 e foi juiz de Direito das Comarcas de Barcelos, Itacoatiara, Autazes, Maués. Na Comarca de Manaus, foi titular das 3ª, 7ª, 8ª e 9ª Varas Cíveis; da 6ª Vara Criminal; do 1º Tribunal do Júri; da 1ª Vara da Fazenda Pública do Estado do Amazonas; da Vara de Execuções Criminais e do 2º Juizado Especial Cível.

Como juiz eleitoral, conduziu pleitos em Barcelos, Itacoatiara e Autazes e, na capital, foi juiz das 1ª, 2ª, 32ª e 37ª zonas eleitorais. Em 1992, exerceu a função de presidente e coordenador do pleito municipal de Manaus. Foi promovido a desembargador em 2005 pelo critério de merecimento, ocupou o cargo de corregedor-geral de Justiça no biênio 2012/2014 e presidiu o Tribunal Regional Eleitoral (TER-AM) no biênio 2016/2018.

COMPARTILHAR