FOTOS: BRUNO ZANARDO/SECOM

Em um novo desdobramento da Operação Banzeiro, 300 kg de entorpecentes foram apreendidos e seis pessoas foram presas em Manacapuru, distante 68 quilômetros de Manaus, no fim da tarde desta sexta-feira (16/11). A carga está avaliada em R$ 2 milhões. Participaram da ação, policiais da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai), do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc), da Delegacia Fluvial (Deflu) e da Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), da Polícia Civil.

A Seai, braço investigativo da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coordenou as ações. Ao todo, foram apreendidos 250 quilos de maconha do tipo skunk e 50 quilos de cocaína e oxi. Foram presos Vanderlei Lima de Vasconcelos, 43, Fernando dos Santos Fernandes, 35, Jose Roberto de Andrade Melgueiro, 44, Valucia Chota Caldas, 40, Marcelo da Costa Dantas, 20, e Diego da Costa Dantas, 25.

De acordo com o secretário estadual de Segurança, coronel Amadeu Soares, a prisão e a apreensão são resultado de um trabalho investigativo e operacional minucioso e de longa duração.

“A operação exigiu que os policiais passassem longo tempo na água e na selva, até o momento em que a quadrilha fosse localizada e presa quando fazia o trabalho de ‘formiguinha’, trazendo o carregamento de forma fracionada de Manacapuru para Manaus”, afirmou o secretário.

O diretor de Inteligência da Seai, delegado Denis Pinho, explicou que a carga de entorpecentes é oriunda da região da tríplice fronteira e vinha do município de Tabatinga em uma embarcação. Em Manacapuru, a droga era armazenada e depois transportada para a capital amazonense.

“Próximo a Manacapuru, uma embarcação conduzida por um dos criminosos foi interceptada pelos agentes de Segurança Pública e depois conseguimos chegar ao restante do grupo que estava no município”, disse Denis Pinho.

Ainda conforme o diretor de Inteligência da Seai, cada integrante da organização criminosa tinha uma função específica no grupo. “Segundo as investigações, a mulher por exemplo estava levando cerca de R$ 2 mil para o grupo concluir a logística, enquanto outros três seriam responsáveis por pegar uma lancha e concluir o transporte da droga até Manaus”, explicou.

De acordo com o diretor do Denarc, delegado Paulo Mavignier, a polícia investiga se o carregamento estava sendo adquirido por diferentes traficantes e também se seria levada para outras regiões do País.

Na sexta-feira (16/11), os policiais abordaram um grupo que estava em Manacapuru e depois localizaram José Roberto Melgueiro, que estava em uma área de mata.

“Ele ainda tentou fugir para uma área de difícil acesso, mas foi preso e confessou o crime, contando que trazia a droga de Tabatinga”, disse Denis Pinho. Com a prisão de José Roberto Melgueiro, os agentes de Segurança conseguiram localizar o entorpecente e a embarcação.

Os presos responderão pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Neste ano, de janeiro a setembro, quase 7 toneladas de drogas foram apreendidas pelas forças de Segurança estaduais no Amazonas, conforme dados da Seai.

COMPARTILHAR