Fotos: Roberto Carlos/ Clóvis Miranda

O contrato para construção da unidade de ensino de tempo integral foi assinado pelo Governo do Amazonas nesta quinta-feira

O município de Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus) será o primeiro do estado a ter um Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) abastecido com energia solar e com aproveitamento de água pluvial. O contrato para construção da unidade da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) foi assinado pelo Governo do Amazonas, nesta quinta-feira (09/08), com a Pafil Construtora e Incorporadora, vencedora da licitação para realizar a obra, no valor de R$ 20,5 milhões.

O contrato foi assinado pela secretária de Estado de Relações Institucionais e coordenadora do Programa de Aceleração do Desenvolvimento Educacional (Padeam), Nafice Bácry Valoz, o secretário executivo da Seduc, Genésio Vitalino da Silva Neto, e representantes da Pafil. A assinatura ocorreu na sede do Governo, com a participação do secretário da Casa Civil, Arthur Lins, e equipe técnica do Padeam.

De acordo com Nafice Valoz, este é o primeiro contrato assinado este ano para construção de um Ceti com recursos do Padeam. A secretária informou que, desde outubro do ano passado, o Governo do Estado retomou obras de oito Cetis que estavam paradas ou em ritmo bastante lento e iniciou novos processos para construção de mais quatro unidades do modelo no interior do estado, entre as quais a do município de Tabatinga.

“O maior diferencial desta nova unidade é a questão ambiental. Teremos o primeiro Ceti que vai funcionar com uso de energia solar e também com a utilização da água da chuva”, destacou, ao detalhar que também será implantado sistema para reutilização de águas servidas para em instalações sanitárias de banheiros da unidade.

A nova unidade que ficará pronta no próximo ano terá capacidade para atender aproximadamente 800 alunos. A estrutura terá 24 salas de aula, laboratórios de ciências e informática, biblioteca e uma sala Google Space (espaço que favorece maior interação entre alçunos e professores com apoio do uso da tecnologia).

A unidade contará ainda com piscina semiolímpica, campo de futebol, estacionamento, área destina à estação de tratamento de esgoto. Assim como os demais Cetis, a unidade oferecerá atividades em tempo integral, propiciando aos estudantes espaço de ensino, capacitação, esporte e lazer, funcionando das 7h às 15h.

Novas unidades – A secretária estadual de Relações Institucionais, Nafice Bácry Valoz, adiantou que já está em licitação um Ceti para o município de Boca do Acre (a 1.028 quilômetros de Manaus). Em setembro e outubro entram em licitação, respectivamente, as unidades de Eirunepé e São Paulo de Olivença (a 1.160 e 985 quilômetros de Manaus, respectivamente).

Nafice Valoz também destacou o esforço que o Governo do Estado realizou para retomar obras paradas e em ritmo lento. Entre elas a do Ceti de Urucará (a 281 quilômetros de Manaus), que foi acelerada e a unidade foi inaugurada em junho deste ano. Também estão em estágio avançado de obras os Cetis dos municípios de Lábrea, Nova Olinda do Norte, Careiro Castanho, Benajamin Constant, Tefé, Fonte Boa e Codajás. Todas as unidades estão sendo construídas pelo Governo do Estado por meio da Padeam, com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

COMPARTILHAR