Imagem: Arquivo pessoal

 

Com 160 Kg, Lara Rosa, 38 anos, vivia com muitas dificuldades, desde problemas com a saúde até mesmo a preocupação de nunca ter cadeira para suportar o seu peso no Teatro, roupas, e  mesmo não conseguir entrar no box para tomar banho. Com muita determinação ela superou a obesidade e agora vive uma vida completamente saudável.

“Sempre lutei contra a obesidade. Não por relacionar minha felicidade com o peso, mas por conta das dificuldades que enfrentava no dia a dia. Desde criança, a balança marcava mais do que deveria. Na época da faculdade, quando mudei de cidade, comecei a engordar para valer e ultrapassei os 100 kg.

Imagem: Arquivo pessoal

Sem  mobilidade, tinha dificuldade para se locomover, andava lentamente e evitava ao máximo subir escadas.

Ela Tentou várias métodos para emagrecer, remédio para diminuir o apetite, diversas dietas restritivas, sempre em busca de resultados rápidos, mas acabava engordando novamente, nesse efeito sanfona, a balança chegou a marcar 160 kg.

Para ela conviver socialmente era uma batalha, até mesmo em  situações simples, como ir ao cinema, pois precisava de cadeiras especiais.
O box do chuveiro também era pequeno para mim. Tinha que abrir a porta e ficar do lado de fora para conseguir lavar os cabelos quando tomava banho”. Disse Lara

Em novembro de 2013,  ela conseguiu tirar de dentro de sua alma a grande a vontade de mudar toda a sua vida .

Imagem: Arquivo pessoal

Em janeiro, ela fez uma lista com 20 razões pelas quais, não desistiria de perder peso. Sempre que batia o desânimo, ela corria lá e lia os tópicos para lembrar resolveu se transformar.

Como o sobrepeso me impedia de fazer exercícios intensos, comecei com aulas semanais de pilates e iniciei a reeducação alimentar com um especialista. Foi só quando cheguei aos 117 kg, onze meses depois, que o médico liberou a musculação e os treinos aeróbicos.Decalrou Lara

Ela frequentava a academia todos os dias. sempre com a mesma disciplina com a alimentação: todo domingo ela preparava as marmitas para comer durante a semana.

Quando Lara chegou aos 59 kg, os especialistas que lhe acompanham indicaram focar no ganho de massa muscular., Aumentando a carga dos exercícios na academia, as refeições e, com muito esforço, passou  a acompanhar os resultados no espelho, não mais na balança.

Hoje, peso 68 kg e treino todos os dias,  lido com o excesso de pele e pretendo fazer uma cirurgia plástica para removê-la, mas não encano com isso. Continuo firme e sigo a mesma rotina todos os dias, mas me permito escapar da dieta nas férias ou ocasiões muito especiais. Quando bate o desânimo, releio a carta que escrevi em 2014 e vejo um filme de tudo que conquistei nesses anos.”

E você também não quer começar a mudar a sua vida agora?

Que tal fazer uma lista com 20 razões pelas quais, não desistiria de perder peso?

COMPARTILHAR